Treinador aponta o que falta para o Timão: 'Traduzir em gols'; Love promete melhora

Treinador aponta o que falta para o Timão: 'Traduzir em gols'; Love promete melhora

Por Meu Timão

Tite analisa a divisão de gols entre os jogadores do elenco alvinegro

Tite analisa a divisão de gols entre os jogadores do elenco alvinegro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Enquanto o atacante Vágner Love, que marcou apenas cinco gols em 29 jogos pelo Corinthians, cobra mais contribuição dos colegas dentro de campo, o técnico Tite analisa a divisão de gols entre os jogadores do elenco alvinegro.

"Claro que queremos um jogador mais próximo do gol para fazer o gol, mas lembro que tivemos assistência do Love para o gol do Malcom contra o Atlético. Temos algumas jogadas ensaiadas. A do cabeceio do Dracena também foi jogada ensaiada. Ia acabar acontecendo. As possibilidades vão se abrindo", considerou Tite.

Ao mesmo passo que o treinador cobra, o atacante ressalta sua participação em jogos, mesmo sem gols. "A torcida quer que a gente faça gols, mas também temos de pressionar quando perdemos a bola. Treinamos tudo isso. Todo jogador tem de ajudar na marcação. O futebol tem de ser competitivo. Vou tentar sempre estar marcando e correndo, pressionando. Se a bola não sobrar para mim, sobra para outro", afirmou o Love.

"Às vezes não vou fazer um lance espetacular, nem um gol. Mas vou ajudar ao máximo meus companheiros", completou.

Prestes a enfrentar o Vasco, às 22h desta quarta-feira, na Arena Corinthians, Tite foi consciente e esfriou as expectativas para o confronto, já que o clube carioca vem de sua quarta goleada sofrida no Campeonato Brasileiro.

"Temos de procurar desempenho, independentemente do adversário. Pode se criar uma expectativa pelo fato de o Palmeiras ter vencido no Rio. Mas não tem isso. Você joga em casa, o Vasco, toma um gol a três minutos, a estratégia é uma. Fora de casa, a estratégia é outra. O que temos de fazer é retomar o padrão criativo que não tivemos e traduzir em gols", finalizou o treinador.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes