Uendel admite toque na mão, mas diz que prefere rever lance

Uendel admite toque na mão, mas diz que prefere rever lance

Uendel foi importante no empate contra o São Paulo neste domingo

Uendel foi importante no empate contra o São Paulo neste domingo

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Uendel foi um dos jogadores que mais se destacou na partida contra o São Paulo neste domingo. Foi dos pés dele que saiu a bola para Luciano marcar o gol e foi de uma de suas mãos que saiu o lance mais polêmico do jogo. No final da partida, aos 48 minutos, ele impediu um gol do São Paulo. O lance gerou revolta entre os jogadores adversários, que pediram um toque de mão do lateral. O árbitro Leandro Pedro Vuaden deixou o jogo seguir.

"Foi um lance rápido, acho que deixei minha mão na frente do corpo. Dei uma girada, pelo que eu me lembro, não sei se o braço abriu muito, foi um lance bastante rápido, o chute foi forte. Como eu falei, foi um lance polêmico", afirmou Uendel.

Apesar da polêmica, Uendel admite que a bola pegou na mão, mas que estava fazendo um movimento para evitar a jogada. O lateral disse que o árbitro estava convicto de sua decisão e que não caiu na pressão dos atletas adversários.

"A pressão foi grande mas o Vuaden estava bem convicto, acho que ele teve a mesma percepção que a minha que foi mais intuição do que eu tentar tirar a bola até porque o Cássio estava na jogada. Ele não falou nada pra mim, eu falei que eu tenho esse movimento, de fazer o máximo pra deixar o braço perto do corpo pra tentar qualquer dúvida se foi pênalti ou não. A bola bateu na mão, não escondo, ainda não vi o lance pra dizer se foi pênalti ou não. Que bom que ele teve essa intuição", completou.

Sobre a jogada que originou o gol de Luciano, Uendel foi modesto e disse que todos participaram. "Não, o posicionamento dele foi importante, o Malcom também. Foi um gol que todos tiveram participação", finalizou.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes