Tite nega apito amigo e 'cobra' Milton Neves ao vivo

123 mil visualizações 252 comentários

Por Meu Timão

Tite rebateu críticas sobre favorecimento da arbitragem ao Corinthians

Tite rebateu críticas sobre favorecimento da arbitragem ao Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

As recentes polêmicas em jogos do Corinthians, mais uma vez, estão sendo destaque na imprensa. Neste domingo, um gol anulado do Avaí foi motivo para que o jornalista Milton Neves, da TV Bandeirantes, afirmasse que o Timão é favorecido pela arbitragem. Porém, o técnico Tite não deixou barato. Em conversa, ao vivo, no programa Terceiro Tempo, o comandante alvinegro rebateu as acusações de Milton Neves e deixou o jornalista desconcertado.

"Eu nomino, fiquei muito chateado contigo, Milton. Porque no jogo contra o Santos, e tu prima por igualdade. Lá na Vila, teve dois lances decisivos: um de cruzamento onde há um braço aberto e tu vai mostrar as imagens porque tu é coerente e que não houve a marcação da penalidade; o outro na sequência de um cruzamento e há um rebote, e o Fagner foi expulso porque a bola bateu na mão também", explicou o técnico, visivelmente incomodado com a situação.

"Então tem erros que são a favor e erros que são contra o Corinthians também. E apito amigo não tem!", afirmou. "E aquele pênalti do Gil, que pegou no cotovelo e que foi expulso, tu também falou que não foi...E que o Cássio pegou o pênalti, lembra?", completou, antes mesmo de o jornalista começar a resposta.

Depois das explicações de Tite, Milton Neves ainda tentou justificar suas acusações dizendo que o Corinthians é o time mais beneficiado pela arbitragem "historicamente desde que se inventou o futebol".

"O Corinthians paga 2005 até hoje. Só que lá naquele momento estava a entidade e agora permanece a grandeza de seus torcedores. Temos que ter muito cuidado, se não ela fica, a relação do complô todo contra, tem profissionais que estão trabalhando aqui de forma digna, tal qual todos os outros clubes. O que a gente tem que padronizar são as interpretações ou que a Fifa diz", defendeu Tite.

As duas principais reclamações de Milton Neves era sobre o lance do lateral Uendel, no Morumbi, onde não foi marcado pênalti contra o Corinthians e o lance da última quarta-feira, contra o Sport, na Arena. Mais uma vez, o técnico Tite deixou clara a sua opinião.

"A determinação Fifa ela coloca dessa forma, que o lance que aconteceu contra o Sport é pênalti. Isso é determinação Fifa. Agora, eu concordo com ela? Não, eu não concordo. Tem que encontrar outra forma", disse.

"Uma sugestão que eu dou é o seguinte, o Edu Gaspar que deu essa sugestão, nós estávamos conversando, dá ao árbitro a possibilidade de ter tecnologicamente a verificação da situação. Dá uma só para cada um. O esporte futebol diferentemente de basquete, um lance te define o jogo", completou.

Veja Mais:

  • Estádio do Corinthians poderá receber 70% da sua capacidade

    Corinthians divulga valores dos ingressos para estreia no Paulistão 2022; veja detalhes

    ver detalhes
  • Emprestado pelo Nice-FRA, Robson Bambu está perto de ser anunciado pelo Corinthians; com a chegada do jogador, o clube passará a ter oito zagueiros sob contrato

    Robson Bambu será o oitavo zagueiro sob contrato com o Corinthians; Sub-23 tem outros seis

    ver detalhes
  • Diego Costa tem acordo encaminhado com o Corinthians, mas não descarta ida para a Espanha

    Corinthians e Diego Costa encaminham acordo, mas atleta ainda espera proposta do futebol espanhol

    ver detalhes
  • Cássio durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava

    Cássio abre a temporada como segundo contrato mais antigo entre os atletas da Série A; veja lista

    ver detalhes
  • Cacau se despediu do Corinthians depois de seis temporadas

    Mercado da bola do Corinthians: novidade sobre trio de reforços, baixa no feminino e novo técnico

    ver detalhes
  • Ruanzinho deixa o Corinthians sem atuar em partidas oficiais

    'Fenômeno' da internet não agrada e deixa o Corinthians após seis meses

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x