Pelas redes sociais, Neto ironiza reclamações do Atlético-MG sobre arbitragem

Pelas redes sociais, Neto ironiza reclamações do Atlético-MG sobre arbitragem

Por Meu Timão

3.8 mil visualizações 20 comentários Comunicar erro

Neto provocou o Atlético-MG por reclamações sobre arbitragem

Neto provocou o Atlético-MG por reclamações sobre arbitragem

Foto: Divulgação

Apesar de irritar a Fiel com alguns comentários sem noção, o ex-jogador Neto nunca esconde seu amor pelo Corinthians. Nesta quarta-feira, o apresentador usou suas redes sociais para provocar o Atlético-MG em relação as reclamações sobre a arbitragem.

O time mineiro enfrentou o Figueirense, pelas oitavas da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira, e empatou em 1 a 1. O gol do empate, que impediu que a equipe chegasse a terceira vitória seguida, aconteceu somente aos 47 minutos da segunda etapa.

O ex-jogador do Timão não perdeu a oportunidade de provocar na sua conta pessoal do Twitter.

O Atlético-MG é o time que mais tem reclamado em relação as recentes polêmicas envolvendo o Corinthians e a arbitragem do Campeonato Brasileiro. Depois de perder a ponta da tabela para o Timão, o time mineiro chegou até a apresentar uma reclamação formal à CBF e afirmou que o Timão estaria sendo ajudado na competição.

Veja Mais:

  • Zagueiro é quarta opção para setor que já tem dupla titular consolidada

    Corinthians estuda empréstimo para dar rodagem a Léo Santos; três clubes de olho

    ver detalhes
  • Clayson, assim como Felipe Melo, foi punido pelo TJD nesta segunda-feira

    Corinthiano Clayson leva gancho de quatro jogos por confusão com Felipe Melo, do Palmeiras

    ver detalhes
  • Juiz voltou atrás após marcar pênalti de Ralf, que tocou só bola

    Tribunal arquiva inquérito que apurava possível interferência externa em Corinthians x Palmeiras

    ver detalhes
  • Lateral-esquerdo Carlos foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20

    Lateral do Corinthians é convocado para treinos com a Seleção Brasileira Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes