Sem Luciano, presidente pede calma por Love

Sem Luciano, presidente pede calma por Love

Por Meu Timão

Roberto de Andrade pede calma por Vagner Love

Roberto de Andrade pede calma por Vagner Love

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de perder Luciano, seu atacante em melhor fase, lesionado, por até oito meses, o Corinthians volta a sofrer com a falta de opções para o setor ofensivo. Mesmo sem o jogador, o presidente do clube, Roberto de Andrade, não enxerga a necessidade da chegada de um novo atleta. Além disso, o mandatário acredita que é necessário ter mais calma com Vagner Love.

"É assim que conhecemos o Love? Não. Já já, ele volta. É parte emocional... Tem de adquirir confiança maior. Não desaprendeu a jogar. Ele continua sendo um grande jogador e vai continuar. Fase pior ou melhor, acontece. Eu não acho que ele está jogando tão mal como vocês (jornalistas) enxergam, como todo mundo diz. Não concordo. Ele poderia estar melhor, fazendo gols, sendo artilheiro? Isso é outra coisa. Mas não está tão mal, não", disse o mandatário, em entrevista ao Lance!.

"Sempre achei que temos elenco capaz de brigar pelo título. Se vai ou não, é outro problema. Luciano aconteceu ontem (quarta-feira)... Se chegamos em primeiro com esse elenco, isso mostra alguma coisa. Não responde que não precisa de ninguém. Sempre precisa ou quer qualidade. Isso não tem fim. Qualificar não tem fim", disse o dirigente.

Mesmo após as saídas dos titulares Guerrero e Emerson Sheik e a não contratação de outros atletas para a posição, Roberto de Andrade não acredita que houve erro no planejamento.

"Quem tinha meses atrás? Vocês gostam de pegar valor financeiro. Ninguém sabe a real. Vocês gostam de impor. Não é pela situação financeira. O Corinthians não vai quebrar, como vocês disseram... Vocês falaram de desmanche. Nós vendemos dois jogadores. Deixamos de renovar dois jogadores. Falaram que o Corinthians ia acabar. O Corinthians acabou?", analisou Roberto de Andrade, relembrando as saídas dos homens de frente, além de Petros e Fábio Santos, que foram vendidos.

Caso se confirme a entrada de Vagner Love no time titular, o jogador precisará superar um jejum que dura sete partidas. A última vez em que balançou as redes, foi contra a Ponte Preta, no dia 2 de julho. Ao todo foram 31 jogos com a camisa corinthiana e cinco gols anotados.

Veja Mais:

  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes