Corinthians teve lucro em 2014, diz estudo

Corinthians teve lucro em 2014, diz estudo

Por Meu Timão

4.6 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

A maior queda na receita se deu por conta da bilheteria da Arena Corinthians

A maior queda na receita se deu por conta da bilheteria da Arena Corinthians

Ricardo Taves/Ag. Corinthians

Em 2014, o Corinthians arrecadou R$ 245 milhões em receita, ainda assim, em comparação ao ano anterior, o valor atingido foi 20% menor que o alcançado em 2013, quando a receita bruta chegou a R$ 302 milhões. Em contrapartida, as despesas do clube não caíram na mesma proporção, indo de R$240 milhões para R$ 239 milhões.

Dessa forma, a diferença entre o que foi arrecadado e o que foi gasto - "lucro" -, caiu 92%, de R$ 63 milhões para R$ 5 milhões. Porém, embora os números sejam pequenos e a diferença demasiada, o Corinthians ainda foi lucrativo em 2014. Os dados são do estudo feito pelo Banco Itaú BBA, "Análise Econômico-Financeira dos Clubes de Futebol Brasileiros", baseado nos balanços financeiros anuais dos 24 maiores clubes do Brasil.

Segundo os analistas responsáveis pela pesquisa, a maior queda na receita se deu por conta da bilheteria da Arena Corinthians, visto que todo o dinheiro arrecadado com os ingressos de jogos na casa Alvinegra é destinado ao Fundo da Arena Corinthians, que recolhe receita para o pagamento do estádio, que deve ser feito à Odebrecht.

Como a Arena foi inaugurada em maio de 2014, neste ano, restaram aproximadamente R$ 30 milhões a menos que em 2013, quando o estádio ainda estava em fase de construção. Porém, outra justificativa se dá à venda de atletas, que também rendeu cerca de R$ 30 milhões a menos no ano em questão.

Com o restringimento das receitas, os únicos valores que se mantiveram praticamente estáveis foram as cotas recebidas pela TV e por publicidade. "A despeito da redução observada em 2013, as receitas com Cotas de TV continuam as mais importantes dos clubes Brasileiros. (...) As oscilações para Corinthians, Internacional, São Paulo e Santos foram tão significativas que só se explicam desta forma", afirmou a pesquisa.

Enquanto isso, a sugestão concluída pelo estudo indica que "O que resta é reduzir investimentos e custos. Mas como fazer isto em um clube que é cobrado por torcedores e imprensa para disputar títulos sempre? É o desafio da gestão, que precisa agir com transparência e clareza, e da Comissão Técnica, que deverá trabalhar com recursos mais modestos".

Confira a composição de Receitas, Dívidas e Investimentos do Corinthians nos últimos anos

Pesquisa - Receitas

Pesquisa - Dívidas

Pesquisa - Investimentos

*Gráficos e dados: Itaú BBA

Veja Mais:

  • Ramiro possui contrato com Grêmio até 2021; Timão contatou pai do atleta

    Corinthians consulta pai de Ramiro, do Grêmio, e mostra interesse no meia

    ver detalhes
  • Reunião do Conselho do Corinthians aconteceu no Parque São Jorge

    Conselho do Corinthians se reúne e aprova previsão orçamentária de 2019; Rosenberg causa irritação

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se enfrentaram pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians é derrotado pelo São Paulo nos pênaltis e dá adeus à Copa RS de 2018

    ver detalhes
  • CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

    Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes