Stiven Mendoza está fora do Corinthians

Stiven Mendoza está fora do Corinthians

Por Meu Timão

Mendoza só marcou três gols pelo Timão; agora retorna à Índia

Mendoza só marcou três gols pelo Timão; agora retorna à Índia

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Sem ser muito aproveitado pelo técnico Tite, o atacante Stiven Mendoza acertou o seu retorno ao futebol indiano no início desta semana. O jogador irá defender o Chennaiyin, por uma temporada. A informação é do LANCENET!.

Mendoza retorna ao mesmo time que estava antes de acertar com o Corinthians no final de 2014. O jogador retorna à Índia por empréstimo de um ano e segue com vínculo com o Timão até o final da temporada de 2018. Diferentemente de outros casos, a diretoria alvinegra não irá arcar com os vencimentos do colombiano, mas sim a equipe asiática.

Mesmo com a falta de atacantes no elenco, o técnico Tite não vinha utilizando Mendoza com muita frequência. Ele até chegou a ter um bom momento no início do ano, quando conquistou a Fiel com sua velocidade e raça dentro de campo. Porém, após queda de arrependimento, se viu cada vez menos na equipe principal e nos jogos do Timão.

Aos 23 anos, Mendoza disputou 29 partidas com a camisa alvinegra e anotou apenas três gols. Dois pelo Campeonato Paulista, sendo um no empate do clássico contra o Palmeiras, por 2 a 2 e o outro na vitória por 2 a 0 contra o Linense. No Brasileirão, o jogador marcou na derrota para o Grêmio, por 3 a 1.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes