Goleiro rebate Valdivia e provoca sobre condição física do meia

Goleiro rebate Valdivia e provoca sobre condição física do meia

Por Meu Timão

Cássio respondeu provocação do meia Valdivia

Cássio respondeu provocação do meia Valdivia

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

A provocação do ex-meia do Palmeiras, Valdivia, no Twitter na manhã desta sexta-feira não passou impune. Depois do Corinthians responder, o goleiro Cássio também comentou sobre o assunto. Irônico, o goleiro disse que Valdivia deveria se preocupar mais em se cuidar e jogar bola do que com o Timão.

"Cada um fala o que pensa. Se em vez de falar essas besteiras ele se preocupasse em se cuidar mais e se machucar menos, seria melhor também, né? Porque quando jogava no Palmeiras...", declarou, ironizando, em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

A confusão começou quando o meia Valdivia, atualmente no Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, publicou em seu Twitter que não tinha conseguido comprar um pacote para acompanhar o Campeonato Brasileiro, pois o Timão já tinha comprado.

A provocação foi feita em meio a uma série de polêmicas envolvendo o Corinthians e a arbitragem do Brasileirão. Apesar do sete pontos de diferença para o segundo colocado, adversários insistem em dizer que o alvinegro só está na ponta, pois está sendo beneficiado nos jogos.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes