Andrés Sanchez rebate críticas e ressalta: 'Ser grande incomoda'

Andrés Sanchez rebate críticas e ressalta: 'Ser grande incomoda'

Andrés Sanchez rebateu críticas sobre favorecimento ao Timão

Andrés Sanchez rebateu críticas sobre favorecimento ao Timão

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Apesar de não ser uma figura muito presente dentro do Corinthians, o superintendente de futebol, Andrés Sanchez, resolveu falar com a imprensa sobre as recentes polêmicas envolvendo a arbitragem e o Timão.

Em coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira no CT Joaquim Grava, o ex-presidente alvinegro disse que acredita ser um absurdo a insinuação de que existe um esquema para que o Corinthians leve o título do Campeonato Brasileiro deste ano.

"O motivo de eu estar aqui é a decepção com alguns profissionais de futebol, de parte da imprensa, dirigentes e treinadores. Todo mundo neste país já foi prejudicado ou ajudado pela arbitragem. Diante das câmeras, tem erros e acertos. Reclamar faz parte, mas insinuar que tem esquema é o maior absurdo que pode existir, uma falta de respeito com 30 milhões de torcedores", declarou Sanchez.

Sobre as acusações feitas por Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, Andrés Sanchez lembrou da amizade do dirigente com a CBF.

"Quando fomos prejudicados em 2013 contra o Boca Juniors na Libertadores, Alexandre Kalil andava de jatinho com o presidente da CBF para lá e para cá. Então teve esquema deles contra a gente? Não existe isso. Se forem falar com a Caldense (sobre erro de arbitragem), meu Deus", disse lembrando erros na final do Campeonato Mineiro deste ano.

Sempre muito irônico, Andrés Sanchez não deixou de falar sobre outros clubes que também estão sendo vítimas ou beneficiados por erros de arbitragem, como o Santos, na noite desta quinta-feira.

"Ontem deram um pênalti para o Santos que com um 'assoprão' o jogador foi derrubado. Às vezes ser grande incomoda", cutucou o ex-presidente do Timão. "Não ponho a mão no fogo nem pelo meu filho. Mas até provar o contrário, não vejo esquema para ninguém", completou.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes