Inconformado com a derrota, presidente do Santos acusa árbitro de falsidade ideológica

Inconformado com a derrota, presidente do Santos acusa árbitro de falsidade ideológica

Por Meu Timão

Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians por Zeca

Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians por Zeca

Foto: Vagner Love foi derrubado na área

No dia seguinte a vitória do Corinthians por 2 a 0, as reclamações do Santos sobre a arbitragem durante o clássico continuam. Mesmo após as imagens mostrando que houve pênalti claro em cima do Vagner Love, o presidente da equipe do litoral agora acusa o árbitro da partida de falsidade ideológica.

Segundo o mandatário santista, Flávio Rodrigues Guerra teria inventado informações na súmula da partida para encobrir o erro de ter expulsado o jogador errado: "O que aconteceu foi falsidade ideológica em documento oficial. A procuradoria do STJD é competente o bastante para saber que não houve a ofensa apresentada na súmula (do David Braz). Existe artigo que fala sobre relato falso. Estamos analisando esse assunto", disse Modesto Roma, em entrevista ao UOL Esporte.

No entanto, o Flavio explicou que a expulsão a David Braz foi dada por reclamação e não pela falta. Na súmula da partida, o árbitro cita xingamentos e a atitude ofensiva do zagueiro do Santos após a marcação do pênalti que resultou no primeiro gol do Timão. Em entrevista à Rádio Bradesco Esportes FM, ele explicou o cartão vermelho:

"Na hora da marcação do pênalti, ele (David Braz) é o primeiro que vem em cima de mim e já me ofende e me xinga, depois ele aponta para o assistente e também o xinga. Como, no momento, precisávamos saber quem tinha feito a penalidade, mas não tínhamos clareza, optamos por expulsar pela questão disciplinar já que o David Braz ofende a arbitragem no momento da marcação", disse o árbitro.

Além de David Braz, Flavio admitiu que também deveria ter dado cartão vermelho a Zeca:

"O lance é passível de cartão vermelho sim, porque o jogador do Corinthians tinha condição de fazer o gol e foi tocado. Infelizmente nesse delay que a gente tem para a confirmação do auxiliar, acabamos perdendo o jogador (Zeca). Mas se a gente conseguisse identificar, ele também receberia vermelho. Não consegui ter a visão do pênalti, estava encoberto por outros jogadores e aí o auxiliar que me avisou, mas ele também não viu quem fez", completou à Rádio Bradesco Esportes FM.

Vale lembrar que apesar da reclamação do presidente, muitos torcedores do Santos usaram redes sociais para admitir que foram favoráveis a decisão da arbitragem.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes