'Feliz', Felipe descarta 'oba-oba' e traça plano por título brasileiro

'Feliz', Felipe descarta 'oba-oba' e traça plano por título brasileiro

Por Meu Timão

Após o treino desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, Felipe concedeu coletiva e falou sobre a campanha do Timão no Brasileiro

Após o treino desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, Felipe concedeu coletiva e falou sobre a campanha do Timão no Brasileiro

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Integrante da melhor defesa do Campeonato Brasileiro, Felipe tem a real dimensão do bom momento de sua carreira. Preterido no passado, o zagueiro superou a desconfiança de boa parte dos corinthianos e se tornou fundamental na equipe treinada por Tite. Nesta terça-feira, em entrevista coletiva, o defensor falou sobre Yago, companheiro de posição que, assim como ele, busca um espaço no Timão.

“Estou muito feliz e vivo um ótimo momento. Busco meu espaço a cada dia e sou titular, o Yago está brigando por vaga, estive no lugar dele também. Tem de continuar trabalhando forte, uma hora a chance chega”, garantiu Felipe após o treinamento desta tarde, no CT Joaquim Grava.

O principal assunto da conversa com os repórteres, contudo, não poderia ser outro: a grande vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre o rival praiano, no último domingo. “Fazia quatro partidas que não vencíamos o Santos, então fica aquele negócio amargo. No começo da partida, quando fechamos a roda, sabíamos que tínhamos de vencer. Desde o começo, sufocamos o Santos. Tivemos muitas chances”, explicou.

Com os três pontos conquistados na Arena Corinthians, o Timão deu mais um passo importante na sequência do Brasileirão. Na primeira colocação, a equipe alvinegra mantém um aproveitamento de 70,4% na competição nacional – número suficiente para levantar a taça em novembro.

“Contra o Atlético-MG é o confronto direto. Ontem mesmo encontrei um amigo meu, ele conversou com meu pai e disse que ainda tem muito jogo pela frente. Não pode tropeçar. A qualidade do Atlético é grande. Nosso time está com um objetivo muito forte, sabemos que somar pontos é importantíssimo. O jogo do Atlético vai ser o mais importante, mas tem onze jogos”, acrescentou o beque, que analisou o tamanho da vantagem do Timão.

“Creio que grande, pelo que o time vem jogando. Isso está bem claro. Mas sabemos também que se a gente tropeçar, são três pontos. Se o Atlético ganhar dá uma aproximada. Pela qualidade do nosso grupo, temos boas chances. Estamos mostrando a força do time, acreditando sempre”, completou.

Veja Mais:

  • Fernando César (empresário), Roberto de Andrade, Pablo, Flávio Adauto e Alessandro em reunião

    Corinthians acerta permanência de Pablo; resta acordo com Bordeaux

    ver detalhes
  • Com derrota por 3 a 0 no placar agregado, Timão ficou com o vice do Brasileirão 2017

    Valente, Corinthians/Audax sofre nova derrota e é vice-campeão brasileiro de 2017

    ver detalhes
  • Walter não será liberado pelo Corinthians

    Corinthians bate o martelo e não libera Walter para o São Paulo; novo encontro no sábado

    ver detalhes
  • Meia sentiu a costela após dividida com Betão

    Jadson tem fratura constatada e desfalca Corinthians por um mês

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes