Vagner Love relembra início de 'vaias' no Timão e exalta Fiel

7.1 mil visualizações 73 comentários

Por Meu Timão

Com oito gols em 21 partidas, Love figura entre os principais artilheiros do Campeonato Brasileiro

Com oito gols em 21 partidas, Love figura entre os principais artilheiros do Campeonato Brasileiro

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Vice-artilheiro do Corinthians no Brasileirão, Vagner Love sofreu duras críticas por parte da torcida – e até da imprensa - até recuperar o bom futebol. Maduro, o atacante relembra o início complicado no Timão, mas reconhece que o apoio dos corinthianos foi fundamental para sua evolução na equipe alvinegra, líder da competição nacional.

“No começo, quando eu errava, a torcida vaiava. Hoje os gols tão saindo, eu recebo o carinho do torcedor. Temos de estar concentrados para fazer o melhor. Torcedor quer a gente o tempo todo no ataque, mas tem hora que temos de tocar a bola e segurar. Torcedor age com coração. O nosso está de parabéns pelo o que vem fazendo na Arena. Temos de retribuir”, afirmou Vagner Love.

Em 21 partidas pela Série A, Love marcou oito gols – para efeito de comparação, a temporada do camisa 99 é superior a dos badalados Gabriel (Santos), Rafael Marques (Palmeiras) e Walter (Atlético-PR), todos com sete tentos. “A gente quer sempre melhorar. No último jogo tive oportunidades, não marquei, mas ajudei de alguma forma. Preciso estar concentrado para isso acontecer. Atacante que não faz gol está sujeito a críticas”, acrescentou.

No clássico contra o Santos, disputado no último domingo, o atacante foi decisivo – além das boas jogadas que esbarraram na boa atuação do goleiro Vanderlei, Love foi o protagonista do pênalti de Zeca, que terminou na cobrança perfeita do meia Jadson. Questionado sobre o entrosamento com os companheiros, ele foi sincero.

“Confiança a gente adquire dentro dos jogos. Os jogadores e a comissão me passaram isso nos treinos. Críticas eu sabia que ia receber. Tenho de provar meu potencial treinando para as coisas se reverterem ao meu favor. Tenho de tentar manter isso para as coisas acontecerem bem”, declarou o centroavante, que chamou a atenção para o compromisso de domingo.

“A gente sabe que independente de ser equipes do meio da tabela para baixo, vai ser muito difícil. O Figueirense faz bons jogos em casa. Sabemos das dificuldades. temos de manter o padrão fora de casa para conquistar pontos”, completou.

Veja Mais:

  • Técnico Sylvinho realizou o quarto dia de treinamentos para enfrentar o Flamengo nesta sexta-feira

    Corinthians faz atividade focada em finalizações e posicionamento tático de olho no Flamengo

    ver detalhes
  • Cássio comemorou a chegada de Renato Augusto e Giuliano ao CT Joaquim Grava

    Cássio destaca confiança em reforços do Corinthians, mas evita falar em título no Brasileiro

    ver detalhes
  • Claudinho. hoje no Bragantino, nada tem a ver com o processo iniciado pelo ex-empresário contra o Corinthians; acordo já foi homologado na Justiça

    Corinthians faz acordo na Justiça e quitará dívida com ex-agente de Claudinho em 20 parcelas

    ver detalhes
  • Se nenhuma intercorrência acontecer até domingo, Gabriel se tornará o sexto jogador do Corinthians a completar 100 jogos na Neo Química Arena

    Gabriel se tornará o sexto jogador a completar 100 jogos na Neo Química Arena: 'Sonho realizado'

    ver detalhes
  • Roger Guedes, de 24 anos, está de saída do Shandong Taishan; atacante, porém, tem um valor alto para receber dos chineses

    Corinthians descarta 'comprar a dívida' do Shandong Taishan com Roger Guedes; entenda

    ver detalhes
  • Diego Figueredo é o mais novo reforço do Corinthians

    Corinthians anuncia contratação de armador argentino após a saída de Fuller

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x