Corinthians deve ter faturamento recorde em 2016

Corinthians deve ter faturamento recorde em 2016

Por Meu Timão

Apoio da torcida e bons resultados mudam cenário financeiro no Parque São Jorge

Apoio da torcida e bons resultados mudam cenário financeiro no Parque São Jorge

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians parece ter contornado muito rápido o que foi chamado de crise financeira no início de 2015. O clube, que chegou a atrasar direitos de imagem e premiações de diversos jogadores, foi obrigado a se desfazer de jogadores de confiança do treinador para sanar problemas financeiros. Foram os casos de Sheik, Guerrero, Fábio Santos, Petros e até mesmo de Lodeiro, considerado um dos titulares de Tite no começo da temporada.

Passados alguns meses, agora com a situação bem melhor, o clube lidera o Campeonato Brasileiro e vive a expectativa de uma receita recorde em 2016. Isso porque a alta do dólar melhorou os recebimentos de contratos e o time acertou novos valores para as transmissões de TV.

Além disso, a participação praticamente garantida na Libertadores e a confirmação da pré-temporada no Flórida Cup, aumentam o bolo. Por fim, a torcida é responsável também pela projeção do aumento: além da renda extra das bilheterias que vem com a Libertadores, o crescimento do programa de sócios deve adicionar receita garantida ao clube.

O MEU TIMÃO apurou as fontes de renda - e, excluindo as bilheterias, que não devem representar valores diferentes entre 2015 e 2016 - traz com exclusividade um estudo com as projeções de ganho para o ano que vem. Confira:

Direitos de transmissão

  • R$ 170 milhões da Globo para o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil (antes era R$ 110 milhões);
  • R$ 19 milhões do Paulistão (antes era R$ 14 milhões);
  • No mínimo U$ 2 milhões da Libertadores (já era U$ 2 milhões e a Conmebol prometeu subir os valores);
  • Florida Cup (valores não divulgados).

Fiel Torcedor

O Corinthians, pela primeira vez, vai começar o ano com mais de 100 mil sócios e a expectativa de receita de no mínimo R$ 108 por torcedor (usando como base o plano mais em conta, de R$ 9.90). Numa estimativa conservadora, considerando que todos os torcedores pagam apenas o valor mínimo, o Timão irá faturaria cerca R$ 14 milhões. Um projeção mais realista, coloca valor na casa dos R$ 20 milhões por ano.

Patrocínios

Uma outra notícia boa para o clube foi a alta do dólar: pelo menos no que diz respeito ao contrato de patrocínio e material esportivo com a Nike. Na época da assinatura, o acordo foi estipulado na moeda americana - que valorizou 80% ao longo dos últimos dois anos. Com isso, se a cotação do dólar se mantiver na faixa dos R$ 4, o Timão receberá cerca de 50 milhões de reais apenas nesse contrato. da Nike, sem contar o patrocínio master, ombro, omoplata, as costas, calção e até mesmo dentro do número.

Veja Mais:

  • Corinthians venceu Grêmio por 1 a 0 no primeiro turno, em Porto Alegre

    Final de campeonato? Corinthians e Grêmio se enfrentam pela liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Emprestado pelo Bordeaux, defensor tem futuro indefinido no Corinthians

    Sem definição com o Corinthians, agente de Pablo se reúne com Bordeaux por possível plano B

    ver detalhes
  • Em reedição da final de 2016, Corinthians e Sorocaba se enfrentam pelo título da LPF

    De virada, Corinthians/Unip vence Sorocaba e sai na frente na final da Liga Paulista

    ver detalhes
  • Corinthians/Audax fez nova vítima da Libertadores feminina: Santa Fe

    Corinthians/Audax vence 'bicho papão' e se classifica com melhor campanha da Libertadores feminina

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes