Veja sete adversários que o Corinthians enfrentou para ganhar do Atlético em Minas

Veja sete adversários que o Corinthians enfrentou para ganhar do Atlético em Minas

Por Meu Timão

Corinthians, de Renato Augusto, superou o Atlético Mineiro dentro e fora de campo neste domingo

Corinthians, de Renato Augusto, superou o Atlético Mineiro dentro e fora de campo neste domingo

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Além dos jogadores do Atlético Mineiro e da pressão da torcida contra dentro do Independência, o Corinthians precisou lidar com mais sete "adversários" para garantir os três pontos neste domingo.

O placar, uma goleada de 3 a 0, não reflete justamente tudo que o Timão enfrentou para colocar mais um dedo das mãos na taça do Campeonato Brasileiro. Durante a semana, por exemplo, teve polêmica com árbitro. Depois problemas no hotel e até mesmo cusparadas no técnico Tite.

Confira os sete adversários que o Timão enfrentou para ganhar do Atlético em Minas

1º - Suspensão injusta de Elias

O primeiro adversário surgiu há uma semana do jogo. Na partida contra o Flamengo, na Arena Corinthians, o volante Elias recebeu o terceiro cartão amarelo após reclamar de um pênalti que existiu e não foi marcado. A atitude exagerada do árbitro, naquela ocasião, tirou Elias do jogo contra o Atlético. Rodriguinho foi escolhido para ser seu substituto.

2ª - Escolha da arbitragem

No início da semana, a CBF divulgou a escala de arbitragem para o duelo. Para a infelicidade da Fiel, o escolhido para o confronto foi Heber Roberto Lopes, que não apitava uma vitória alvinegra há cinco anos. Além disso, o árbitro carregava histórias de favorecimento ao time mineiro e até foi visto almoçando no restaurante de Levir Culpi.

3ª - "Clima de guerra"

Os jogadores do Atlético Mineiro falaram muito sobre o confronto durante a semana. Leandro Donizete, por exemplo, chegou a dizer que o jogo deste domingo seria uma guerra entre as duas equipes. A declaração não afetou o elenco do Timão e Malcom chegou até a dizer que isso era um incentivo para os jogadores alvinegros.

4ª - Imprensa

Durante a semana, o confronto, considerado a final do Campeonato Brasileiro, foi muito discutido entre jornalistas e comentaristas esportivos. Uma boa parte da imprensa, acreditava que o Atlético se daria melhor no jogo, principalmente, por jogar no Horto e pelo Timão não poder contar com o volante Elias - um dos principais jogadores do elenco.

5ª - Foguetório

Apesar de já estarmos no ano de 2015, o Corinthians sofreu com um problema muito antigo. Durante a madrugada de sábado para domingo, um grupo de torcedores atleticanos soltou fogos de artifícios do lado do hotel onde a delegação do Timão estava hospedada. A tentativa de atrapalhar o time não deu certo, pois o local possui isolameneto acústico nas acomodações.

6ª - Problemas com ingressos e com a Polícia

Assim que a carga de ingressos para o Timão foi disponibilizada pelo time mineiro, o Corinthians comprou-a. A ideia era vendê-la apenas para torcedores mais assíduos do Fiel Torcedor, o que causou uma confusão na porta do Independência. Muitos alvinegros foram até o estádio na tentativa de conseguir ingressos e acabaram se envolvendo em confronto com a Polícia Militar, que chegou até a usar gás de pimenta.

7º - Cusparadas em Tite

Assim que o jogo no Independência começou, o primeiro problema já surgiu. O técnico Tite, que comandou o time mineiro no rebaixamento de 2005, foi atacado por parte da torcida adversária. Ele foi alvo de cusparadas e de objetos tacados por cima do vidro que separa o banco de reservas da arquibancada. A situação só foi controlada após a arbitragem pedir para a segurança do estádio reforçar aquela área.

Veja Mais:

  • Romero será um dos titulares na última partida do ano

    Libertadores, vingança e tributo: Corinthians encara Cruzeiro neste domingo

    ver detalhes
  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes