'Sem pretensão', Tite mantém humildade após título e goleada histórica

'Sem pretensão', Tite mantém humildade após título e goleada histórica

Por Meu Timão

Em entrevista coletiva, Tite elogiou a conduta de sua equipe e demonstrou respeito ao São Paulo

Em entrevista coletiva, Tite elogiou a conduta de sua equipe e demonstrou respeito ao São Paulo

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Nem mesmo a maior goleada da história do clássico entre Corinthians e São Paulo fez Tite deixar a humildade de lado. Após a comemoração nos vestiários junto a jogadores e comissão técnica, o treinador fez questão de exaltar a competitividade de sua equipe e demonstrou total respeito ao adversário, que deixou a Arena Corinthians com uma derrota por 6 a 1 na bagagem.

“A conquista do título, ela foi muito mais do que um placar contra um grande adversário, que merece respeito... Teve lealdade, competitividade alta. Mais do que isso, uma campanha toda que a gente fez”, afirmou Tite. O comandante, aliás, explicou que a campanha vitoriosa sobrepõe o placar elástico obtido sobre o time do Morumbi.

“Aconteceu um resultado em função do que falamos antes, uma junção de fatores que estiveram em nosso favor e auxiliaram a construir esse resultado. Mas a campanha toda vai ficar marcada”, ponderou. “Muito feliz em repetir esse padrão, eu não imaginava que pudesse atingir esse nível”, acrescentou.

Com a taça desta temporada, Tite chegou ao sexto título à frente do Corinthians. Desde 2010, quando iniciou sua segunda jornada no comando do time alvinegro, ele foi fundamental nas conquistas do Brasileirão (2011), na Copa Libertadores e no Mundial de Clubes (2012), e na Recopa Sul-Americana e no Paulistão (2013). Apesar do currículo ímpar, ele descarta ser o “maior técnico da história do Timão”.

“Não tenho pretensão de ser o maior, juro. Tenho pretensão de ser digno da pretensão do cargo. Busca de crescimento, de ser cara simples, manter raízes, valorizar onde nasci, de ser eu, do meu jeito”, completou.

Veja Mais:

  • Vidotto, Léo Príncipe, Bastos e Giovanni: quarteto não está nos planos em 2018

    Vetados do Paulistão e 'encostados': os nove jogadores que não devem ficar no Corinthians

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado no início da atual temporada

    Mesmo sem clube quando contratado, Renê Júnior custará R$ 5 milhões aos cofres do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim destoou em goleada corinthiana sobre São Caetano; Neto 'pediu cabeça' do atacante

    Com até cutucada em Tite, Neto detona manutenção de Kazim como titular do Corinthians

    ver detalhes
  • Warian está fora dos planos de Carille para 2018

    Por questões contratuais, volante tem empréstimo dificultado e pode ficar encostado no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes