Em parceria com o clube, Facebook cria ferramenta para 'corinthianizar' fotos de perfil

Em parceria com o clube, Facebook cria ferramenta para 'corinthianizar' fotos de perfil

Por Meu Timão

Fãs do Corinthians no Facebook podem aproveitar funcionalidade

Fãs do Corinthians no Facebook podem aproveitar funcionalidade

Foto: Reprodução - Facebook

Até a rede social de Mark Zuckerberg se rendeu ao Corinthians. Em parceria com o marketing do Timão, a plataforma de redes sociais agora oferece aos torcedores a função de personalizar as fotos de perfil com o escudo do time hexacampeão.

A opção começou a aparecer para os mais de 10 milhões de torcedores que curtem a página do Corinthians na rede social, mas podem ser visualizadas por todos aqueles que tiveram amigos que já aceitaram a alteração da foto.

Quem clica no botão "experimente", poderá adicionar temporariamente o escudo do Timão na foto de perfil na rede, além de espalhar a novidade entre os amigos. A ferramenta já funciona nos Estados Unidos, para esportes como basquete e futebol americano.

No Brasil, porém, a função é mais recente e fica disponível com menos frequência. O Hexacampeonato do Corinthians, porém, motivou a empresa a americana a criar a versão que comemora a conquista alvinegra.

Confira abaixo a imagem que mostra como a funcionalidade aparecerá na sua timeline

Veja Mais:

  • Setor Norte da Arena Corinthians segue interditado para o início do Brasileirão

    Setor Norte da Arena segue interditado para Brasileiro; Corinthians pode ter dois clássicos 'vazios'

    ver detalhes
  • Pedrinho surge como opção para Jadson, que foi preservado do treino nesta quarta-feira

    Pedrinho é testado por Carille no primeiro treino com titulares antes de decisão

    ver detalhes
  • Guilherme foi empréstimo ao Atlético-PR

    Atlético-PR anuncia contratação do corinthiano Guilherme até 2018

    ver detalhes
  • Carille pode sofrer desfalques por suspensão na final do estadual

    Com quase um time inteiro pendurado, Carille descarta poupar jogadores na primeira decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes