Torcedores do Corinthians são presos em Pernambuco

Torcedores do Corinthians são presos em Pernambuco

Por Meu Timão

3.3 mil visualizações 55 comentários Comunicar erro

Dois torcedores foram presos a caminho da Arena Pernambuco neste domingo

Dois torcedores foram presos a caminho da Arena Pernambuco neste domingo

Divulgação / PRF

Dois torcedores do Corinthians foram presos em Pernambuco antes da partida contra o Sport, neste domingo. Por problemas com drogas e prisão em aberto, os dois foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal.

A informação foi divulgada pelo site NE10, que faz parte do grupo Jornal do Commercio. A ação aconteceu na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, no sul do estado de Pernambuco. A Polícia Rodoviária Federal parou um ônibus só de torcedores do Corinthians para fiscalização.

Durante a ação, dois homens foram detidos. Um deles estava com uma porção de maconha na mochila; o outro tinha um mandato de prisão em aberto por crime de receptação de produto roubado. Os dois possuem 24 anos.

Os dois torcedores foram levado para a delegacia da região, com o apoio da Polícia Militar, que acompanhou toda a ação. O ônibus da torcida seguiu viagem rumo à Arena Pernambuco para acompanhar o jogo do Corinthians.

Veja Mais:

  • Araos e Díaz devem deixar Corinthians nas próximas semanas

    Ao Meu Timão, Carille diz por que Araos e Sergio Díaz serão liberados pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Fiel já pode comprar ingressos para dois próximos compromissos do Corinthians

    Corinthians começa venda geral de ingressos pela internet para próximas duas partidas na Arena

    ver detalhes
  • Sornoza não será desfalque do Corinthians nem antes nem durante Copa América

    Convocação equatoriana surpreende, e Sornoza 'reforça' Corinthians antes e durante Copa América

    ver detalhes
  • Vital e Pedrinho têm pela frente última semana no Corinthians antes da Seleção Olímpica

    Perto de desfalcarem o Corinthians, Pedrinho e Vital vivem sequência decisiva há um mês; veja raio-X

    ver detalhes

Comente a notícia: