Incentivado pelo Profut, Timão estreia no Brasileiro com time de futebol feminino

Incentivado pelo Profut, Timão estreia no Brasileiro com time de futebol feminino

Por Meu Timão

5.3 mil visualizações 46 comentários Comunicar erro

Será a primeira vez que o Corinthians disputará o Campeonato Nacional Feminino

Será a primeira vez que o Corinthians disputará o Campeonato Nacional Feminino

Foto: Daniel Augusto Jr.

Com a adesão do Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro) no final do ano, o Corinthians irá investir no futebol feminino a partir de 2016. A primeira medida do Timão foi se inscrever no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, que terá 20 clubes na disputa.

Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a lista de clubes participantes do torneio. Dos 20 clubes inscritos, três são estreantes: Corinthians, Náutico e Vasco. O Campeonato Brasileiro começa no dia 20 de janeiro e o atual campeão é o Rio Preto.

Será a quarta edição do torneio, nos outros anos os campeões foram todos de São Paulo: Centro Olímpico (2013), Ferroviária (2014) e Rio Preto (2015). Além do Timão, outros clubes tradicionais do futebol masculino também vão participar do campeonato: Flamengo, Vasco, América-MG, Santos, Náutico e Vitória. Os outros participantes são: Kindermann, Rio Preto, São José, São Francisco, Foz Cataratas, Ferroviária, ADECO, Iranduba, Duque de Caxias, Viana, Vitória-PE, Pinheirense e Caucaia.

O Profut é o termo de financiamento das dívidas dos clubes no Brasil, que puderam prolongar o prazo para quitar essas pendências (em aproximadamente 240 meses para os débitos com o governo, e 180 meses para o pagamento do FGTS), em troca os clubes tiveram de se adequar as exigências impostas pelo programa. Uma dessas exigências é o investimento nas categorias de base, no qual o Corinthians já está construindo um CT para os garotos; e no futebol feminino, sendo a primeira participação do clube alvinegro no campeonato.

Há também outras contrapartidas, como a limitação dos mandatos de dirigentes, não atrasar o salários, gastar no máximo 80% da receita bruta anual do futebol profissional com salários e direitos de imagem.

Veja Mais:

  • Carille, alvo de interesse de Al-Hilal, afirmou que a imprensa 'mente demais'

    Associação de jornalistas de São Paulo emite nota de repúdio por declarações de Carille

    ver detalhes
  • Corinthians de Maycon, Júnior DUtra & cia. está na terceira posição no Brasileirão

    Sexta rodada acaba, e Corinthians segue 'nas cabeças' do Brasileirão; veja classificação

    ver detalhes
  • Sheik deve renovar até o final da temporada

    Diretoria liga alerta para cinco atletas com contratos no fim; Sheik acerta acordo por renovação

    ver detalhes
  • Ralf trabalhou ao lado de auxiliar da preparação física do Corinthians

    Ralf vai a campo pela primeira vez após cirurgia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes