Roberto de Andrade desabafa sobre China: 'Podemos perder mais cinco ou seis'

Roberto de Andrade desabafa sobre China: 'Podemos perder mais cinco ou seis'

Por Meu Timão

40 mil visualizações 547 comentários Comunicar erro

Presidente falou sobre postura dos clubes chineses

Presidente falou sobre postura dos clubes chineses

Foto: Agência Corinthians

Depois de semanas sofrendo com o assédio dos clubes chineses, que já levou Ralf, Jadson e Renato Augusto, finalmente alguém da diretoria do Corinthians se manifestou. O presidente do clube, Roberto de Andrade, desabafou sobre as investidas e explicou a situação.

"Primeiro que todos nós fomos surpreendidos com essas saídas. Vou tentar ser didático na explicação: o futebol chinês trabalha um pouco diferente de qualquer clube. Qualquer outro procura o clube e pergunta se tem interesse em vender. Os chineses procuram o atleta, se acerta com ele, seduz o atleta com valores e o clube toma ciência isso meia-hora antes dele falar que vai embora", explicou o mandatário.

"Eles não conversam com o clube. Não existe defesa. Nessa situação, podemos perder cinco, seis, sete, todos os jogadores que sejam requisitados. Não é uma postura do Corinthians estar tirando os atletas. Nosso planejamento contava com todos. Vocês podem me chamar de louco. O Renato se despediu de todos, e o Corinthians não tem um documento do clube dizendo que vai pagar. Vocês acreditam?", completou, mostrando indignação com a postura dos clubes e dos jogadores.

Além de Jadson e Renato Augusto, que já aceitaram e anunciaram suas decisões, o Corinthians deve perder Ralf, Gil e Elias para o futebol chinês. O país vive grande momento financeiro e os clubes não estão economizando para contratar os jogadores do Timão.

"Eles não sabem nem meu nome. É para vocês verem a situação que o futebol nos coloca diante do poder da China. Existe sondagem a outros atletas. Podemos nas próximas horas perder outro jogador. Esse é o preço que se paga de um time campeão, que tem os melhores atletas do Brasil. Não tem muita defesa para o clube. Não vamos fazer loucura. É bem insano equiparar salário de R$ 2 milhões", finalizou o presidente.

Veja Mais:

  • Elenco fez trabalhos com bola na manhã desta segunda-feira

    Com quatro dúvidas, Corinthians faz penúltimo treino antes de retorno do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jonathas (ao fundo) e Avelar (de colete azul) durante treino do Corinthians

    Corinthians aguarda documentações de Avelar e Jonathas, mas acredita em tudo 100% até quarta

    ver detalhes
  • Lateral foi titular em quatro partidas da Copa do Mundo

    Fagner reconhece valorização por Copa, mas não descarta saída do Corinthians

    ver detalhes
  • Último centroavante promovido da base, Carlinhos teve poucas oportunidades entre os profissionais

    Não é só Marciel: Corinthians possui ligação com outros cinco jogadores do Oeste, da Série B

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes