Staff de Pato pode barrar presença do jogador nos EUA

Staff de Pato pode barrar presença do jogador nos EUA

Por Meu Timão

Pato pode não embarcar para os EUA com o Timão

Pato pode não embarcar para os EUA com o Timão

Foto: Agência Corinthians

A diretoria do Corinthians já declarou que, caso não chegue nenhuma proposta oficial, o atacante Alexandre Pato vai embarcar com a delegação para os Estados Unidos. Essa, porém, não é a vontade do staff do jogador.

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, os representantes de Pato querer a sua permanência no Brasil enquanto sua situação no clube é indefinida. A delegação do Corinthians só retorna ao Brasil no dia 25 de janeiro, restando apenas sete dias para o fim da janela de transferência para a Europa.

O jogador não participou das atividades em grupo no treinamento dessa semana. Nesta segunda-feira, ficou fora da escalação montada por Tite. Na manhã desta terça, permaneceu novamente na academia.

A justificativa dada pela comissão técnica do Corinthians é de que ele está sendo preparado e faz trabalhos especiais par evitar lesões.

A diretoria chegou até a cogitar a participação de Pato na Parada da Disney, mas após a divulgação da informação e a repercussão negativa com os torcedores, o clube optou por escolher o volante Elias. A lista de jogadores que embarcam para os Estados Unidos precisa ser definida até amanhã.

Veja Mais:

  • Gramado da Arena mostrou-se impecável nesta quarta-feira

    Internautas se rendem a gramado da Arena Corinthians após jogos em dias consecutivos

    ver detalhes
  • Jadson marcou pela primeira vez em seu retorno ao Corinthians

    Vitória sobre o Linense na Arena marca o término de cinco jejuns corinthianos; saiba mais

    ver detalhes
  • Jabá marcou seu primeiro gol como jogador profissional do Corinthians

    Trio desencanta, e Corinthians vence Linense no 'esquenta' para mata-mata do Paulistão

    ver detalhes
  • Confira os gols de Corinthians 3x1 Linense

    VÍDEO: Confira os gols de Corinthians 3x1 Linense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes