Com dupla Malcom e Marlone, Tite precisa achar posição ideal de meia-atacantes

Com dupla Malcom e Marlone, Tite precisa achar posição ideal de meia-atacantes

Por Meu Timão, da Flórida (EUA)

No último domingo, Marlone entrou no segundo tempo da derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG e foi elogiado por Tite e torcedores

No último domingo, Marlone entrou no segundo tempo da derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG e foi elogiado por Tite e torcedores

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O técnico Tite tem um “bom problema” para resolver neste início de temporada: qual meia-atacante será utilizado pelo lado esquerdo do ataque do Corinthians. Além de Malcom, titular da função durante o Campeonato Brasileiro do ano passado, o treinador pode contar com Marlone, recém-chegado do Sport.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Orlando (EUA), o novato falou sobre o assunto e revelou qual posição se sente confortável em atuar. “Tanto com o Eduardo Baptista como o professor Falcão, no Sport, eu atuei pela esquerda, flutuando um pouco pelo meio. Onde eu atuei mais foi pelo lado esquerdo, no Sport e também na minha carreira, desde quando surgi no Vasco”, explicou.

Contudo, em sua estreia pelo Corinthians, Marlone foi aproveitado pelo setor direito, função exercida pelo ex-camisa 10 Jadson em 2015. “Mas o professor Tite, no decorrer do tempo, vai saber o momento certo, vai me conhecer melhor durante o dia a dia, onde vou atuar melhor. Estou pronto pra, onde ele me colocar, fazer meu papel, ajudar o Corinthians e ajudá-lo taticamente.”

Vale ressaltar que Malcom e Jadson invertiam suas posições durante as partidas do hexacampeão brasileiro. Além disso, o atacante chegou a demonstrar qualidade e entrosamento com Fagner pelo lado direito em 2014, sua primeira temporada no elenco profissional do time paulista. Para Tite, Marlone pode render mais pelas beiradas do campo.

“Às vezes quando tu tem uma imposição física, ele sustenta, tem a capacidade do contato. Quando é jogo trabalhado, ele tem essa qualidade também. Preferencialmente de lado, foi o tempo que ele jogou no Sport. Na medida em que o tempo que me permitir conhecimento maior, pode flutuar, dar um espaço maior”, analisou o comandante em sua primeira coletiva nos Estados Unidos.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes