Depois de errar pênalti, atacante lamenta: 'Levo de aprendizado'

Depois de errar pênalti, atacante lamenta: 'Levo de aprendizado'

Por Meu Timão

Gabriel Vasconcelos marcou o primeiro gol do Timão no empate em 2 a 2; Título acabou decidido nos pênaltis

Gabriel Vasconcelos marcou o primeiro gol do Timão no empate em 2 a 2; Título acabou decidido nos pênaltis

Foto: Denny Cesare/Ag. Corinthians

Tido como um dos principais jogadores da categoria sub-20 do Corinthians, Gabriel Vasconcelos terá tempo de sobra para colocar a cabeça em ordem. Depois de perder um dos pênaltis que deram o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior ao Flamengo, neste sábado, no Pacaembu, o camisa 9 lamentou o resultado final e afirmou que a derrota lhe servirá de aprendizado.

“Sensação muito ruim, poderia ser um dia para estar começando bem, mas não acaba bem. Só tenho a agradecer pelo Corinthians, às torcidas que vieram apoiar a gente. Lutamos até o final, mas o Flamengo foi mais merecedor”, afirmou Gabriel Vasconcelos, artilheiro da Copinha de 2015.

Com a melhor campanha da competição, o Corinthians entrou em campo em busca do 10ª título. Ainda no primeiro tempo, a equipe comandada pelo técnico Osmar Loss abriu 2 a 0, mas viu o oponente carioca abusar dos contra-ataques e empatar o marcador. Nas penalidades máximas, Matheus Pereira e Claudinho, além do próprio Vasconcelos, desperdiçaram.

“Foi para as penalidades e todos treinaram da forma que bateram. Era o dia do Flamengo e não o nosso. Conversamos no vestiário, não são pênaltis que vão nos desanimar. Tivemos a melhor campanha, melhor saldo, defesa menos vazada, ataque mais positivo. Não é porque nos pênaltis não estávamos em um dia feliz que vai nos desanimar na temporada”.

Após o apito final, o camisa 9 admitiu que sua cobrança foi mal executada, mas não tirou os méritos do goleiro do Flamengo. “Estava treinando assim, mudei meu estilo de bater. Thiago me conhecia dos tempos de Fluminense. Teve mais sorte, fui infeliz de pegar mal na bola. Acontece, levo de aprendizado”, continuou.

Ainda que abatido pelo resultado, o atacante ressaltou que perder faz parte da carreira. “Grandes jogadores já erraram, não vou me crucificar. Espero que eu possa retornar para o grupo, esquecer o dia que tivemos hoje e pensar agora no profissional e na minha carreira”, finalizou.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes