Rodriguinho: início de ano do meia é superior à sua campanha do Brasileiro

Rodriguinho: início de ano do meia é superior à sua campanha do Brasileiro

Por Meu Timão

Com duas assistências em 2016, Rodriguinho já superou seus números do Brasileirão 2015

Com duas assistências em 2016, Rodriguinho já superou seus números do Brasileirão 2015

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ainda contestado por parte da torcida alvinegra, Rodriguinho tem dado amostras de que pode ser uma das peças do novo “quebra-cabeça” de Tite. Somente neste início de temporada, o meia teve participação em, ao menos, três gols do Corinthians, que balançou as redes adversárias apenas cinco vezes.

Após a reformulação do elenco, o camisa 26 ganhou status de titular e é tido como principal armador da equipe alvinegra. A princípio, a ideia do técnico corinthiano é utilizá-lo na função de meia central, desempenhada por Renato Augusto no ano passado. No esquema 4-1-4-1, Rodriguinho tem atuado ao lado de Elias, com liberdade para “flutuar” – como gosta Tite – no meio de campo.

Contra o Shakhtar Donetsk (UCR), em seu segundo jogo em 2016, o apoiador foi determinante: ao pressionar a saída de bola do time ucraniano, fez o desarme e, com boa visão se jogo, colocou Danilo na cara do gol para marcar. Depois, cobrou o escanteio que resultou no gol de Romero, o segundo na vitória por 3 a 2, válida pela Florida Cup.

Diante do XV de Piracicaba, desta vez pelo Campeonato Paulista, Rodriguinho voltou a ser alvo dos corinthianos ao desperdiçar a cobrança de pênalti. Ainda assim, já nos acréscimos, o armador lançou na medida para Elias dividir com o goleiro e Romero, novamente, selar o triunfo na Arena Corinthians.

Na última quinta, o camisa 26 fez, talvez, sua melhor partida no ano. Aos 12 minutos do primeiro tempo, viu Uendel em velocidade e, de primeira, deu bela assistência para o lateral, autor do gol da vitória sobre o Grêmio Osasco Audax. “Se deixarem, o Rodrigo encontra linha de passe com cavadinha ou aproveitando um buraco entre os defensores ou com uma bola na ultrapassagem. Ele tem essa virtude. Está jogando muito”, elogiou Tite.

Surpreendentemente, o começo de temporada de Rodriguinho é superior ao seu desempenho ao longo da última edição do Campeonato Brasileiro. Em 12 rodadas, o armador anotou dois gols, nenhuma assistência e três chutes certos. Já nos últimos cinco jogos – três pela pré-temporada e dois pelo Paulistão -, deu dois passes para gol.

Mesmo com a chegada de Guilherme e Giovanni Augusto, a tendência é de que o camisa 26 permaneça entre os titulares na estreia da Copa Libertadores da América, marcada para 17 de fevereiro, contra o Cobresal (CHL), fora de casa. Antes, porém, o Timão encara o Capivariano (quinta-feira) e o São Paulo (dia 14), ambos os jogos na Arena Corinthians.

Confira abaixo os números de Rodriguinho

Brasileirão

Gols: 2
Assistências: 0
Finalizações: 3

Paulistão*

Assistências: 1 (1º do time/3º do campeonato)
Finalizações: 5 (1º do time/11º do campeonato)
Desarmes: 4 (6º do time/40º do campeonato)

(*): Dados extraídos do Footstats.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes