Titular contra o Cerro, Luciano fala em fazer história no Corinthians

Titular contra o Cerro, Luciano fala em fazer história no Corinthians

Por Meu Timão

Com dez gols, Luciano está a cinco de se igualar a Guerrero como artilheiro da Arena

Com dez gols, Luciano está a cinco de se igualar a Guerrero como artilheiro da Arena

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Recuperado da lesão que o deixou afastado por seis meses, Luciano será titular do Corinthians pela segunda vez consecutiva neste ano, na partida desta quarta-feira, contra o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores. Retomando a boa forma, o atacante espera ajudar o Timão, mas também fala em fazer história, já que neste ano pode se tornar o artilheiro da Arena. Atualmente, Guerrero lidera com 15 gols, enquanto o jovem jogador corinthiano tem dez.

“Claro que quero atingir (a marca). Quero deixar meu nome na história do clube, e sempre ajudar o Corinthians marcando gols, seja na Arena ou seja fora. É uma marca muito bacana. Primeiro eu tenho que pensar em retomar meu ritmo de jogo e conseguir ajudar o Corinthians nas competições. Se esta marca vier junto, ficarei feliz. Estou muito focado para fazer o melhor possível com o Corinthians”, disse Luciano ao Fox Sports.

Se repetir o que fez em 2015, o atacante irá alcançar a marca em breve. Na temporada passada, antes de se machucar no jogo contra o Santos, ele havia marcado cinco gols nas últimas três partidas disputadas (um gol o São Paulo, dois contra o Sport e dois contra o Avaí).

De volta este ano, Luciano foi utilizado por Tite em quatro partidas, todas do Campeonato Paulista. Depois de ser titular contra o Botafogo-SP no último domingo, o atleta novamente foi escolhido para começar jogando no lugar de André, que foi suspenso no primeiro confronto contra o Cerro.

Mesmo com a pouca quantidade de jogos disputados na temporada, o atacante foi convocado para a Seleção Brasileira Olímpica para a disputa de dois amistosos preparatórios para as Olimpíadas. Feliz com mais uma convocação, o jogador destacou a importância de poder defender a Amarelinha e disse que espera disputar os Jogos Olímpicos deste ano.

“Assim como o Corinthians, a Seleção Brasileira sempre vai ser cobrada para vencer. A gente sabe disso. Ainda mais por ser uma conquista muito almejada e valorizada por todo mundo. O professor Micale tem feito um grande trabalho e estou feliz por fazer parte disso. Espero que eu continue no grupo e ajude o Brasil a conquistar essa sonhada medalha. Se Deus quiser estarei lá. É um sonho e um objetivo”, concluiu.

Veja Mais:

  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes
  • Filipe recebeu a maior nota da Fiel após partida contra o Juventus

    Disputa de craque da partida fica dividida entre goleiro e meia-atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Brendon teria nascido em 1994 e não em 1997 como diz seus documentos

    Adversário do Corinthians na final da Copinha pode ser eliminado da competição

    ver detalhes
  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes