Presidente corinthiano se diz otimista com acerto por Lucca e melhora das finanças em 2016

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, pretende definir a permanência de Lucca até a próxima semana. Em entrevista na Arena, o dirigente também falou sobre as finanças do Timão em 2016.
Roberto de Andrade esteve na Arena e assistiu à goleada do Corinthians sobre o Linense

Roberto de Andrade esteve na Arena e assistiu à goleada do Corinthians sobre o Linense

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, pretende definir a permanência de Lucca no clube na próxima semana. Em entrevista na Arena Corinthians, onde acompanhou a goleada do Timão por 4 a 0 sobre o Linense, na tarde deste sábado, pelo Paulistão, o dirigente disse estar otimista em relação à compra do atacante, emprestado apenas até o fim do Estadual.

“Espero que sim, acredito que sim. Está andando bem, está a contento”, afirmou Roberto de Andrade. “Acredito que na próxima semana a gente resolva e acerte”, projetou o cartola corinthiano.

Apresentado oficialmente em 19 de setembro, Lucca estreou pelo Corinthians no clássico contra o Santos, pelo Brasileirão. Aos 33 minutos do segundo tempo, o ex-jogador do Criciúma substituiu Malcom e participou dos dois gols da vitória do Timão. Desde então, tem sido constantemente utilizado pelo técnico Tite, sobretudo após a reformulação do elenco hexacampeão brasileiro.

Especula-se que o Criciúma, dono de 65% dos direitos econômicos do atacante, exija R$ 9 milhões pelo negócio. A direção do clube alvinegro, porém, planeja desembolsar pouco mais de R$ 4 milhões por metade da porcentagem – o Cruzeiro, antiga equipe de Lucca, possui os outros 35% do jogador de 26 anos.

Questionado se o Corinthians já havia tratado do assunto com o Cruzeiro, Roberto de Andrade foi sincero. “Não, na realidade quem fala com o Cruzeiro é o Criciúma. Mas não que seja empecilho, mas vai dar certo. Estou bastante otimista”, afirmou o dirigente, que ainda teve de dar explicações sobre a saúde financeira do Timão nesta temporada.

“Não, não estamos preocupados. Não é segredo para ninguém que existem dificuldades. As dificuldades existem pro Corinthians e pra qualquer outra empresa do porte do Corinthians que tenha que saudar seus compromissos”, lamentou. Segundo o presidente, o acerto pelos naming rights da Arena ajudará nas contas do clube, mas não será fundamental.

“O país está passando por um momento difícil. Nós estamos honrando com nossos compromissos, mas estamos com a perspectiva que acerte logo esses naming rights pra ficar um pouco mais confortável”, admitiu. “2016 estamos no terceiro mês. Estamos caminhando bem, espero que ano seja melhor do esse que se apresentou agora”, concluiu.

Pagamento da Arena Corinthians – O Corinthians trata a negociação pelos naming rights com sigilo absoluto. Especula-se que a empresa responsável por dar nome ao estádio em Itaquera injetará cerca de R$ 400 milhões por 20 anos, além de se envolver com o Fiel Torcedor (programa de fidelização do clube). Atualmente, todas as receitas da Arena são destinadas ao pagamento do empreendimento (aproximadamente R$ 5 milhões mensais).

Presidente corinthiano se diz otimista com acerto por Lucca e melhora das finanças em 2016 Presidente corinthiano se diz otimista com acerto por Lucca e melhora das finanças em 2016 69
2016-03-20T17:40:45-03:00

Veja Mais:

  • Romero comemora gol e fim da zica na Arena Corinthians

    Corinthians vence Cruzeiro e leva vantagem para Minas Gerais

    ver detalhes
  • Mano Menezes reclamou de arbitragem após derrota para o Timão

    Mano Menezes reclama de arbitragem na Arena e repete 'mimimi' de Levir

    ver detalhes
  • Carille não agradou maioria dos leitores do Meu Timão

    Mesmo vencendo, Carille recebe segunda pior nota na partida

    ver detalhes
  • Mauri sugere preferência por Walter e afirma: 'titular em qualquer lugar'

    Mauri aponta decisão de Carille, mas declara apoio a Walter: 'titular em qualquer lugar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes