Com Luciano, Seleção Olímpica se redime e vence a África do Sul

Depois de perder para a Nigéria, a Seleção Olímpica voltou a campo diante da África do Sul. Mesmo sem o atacante titular Gabriel, o time canarinho impôs seu ritmo e venceu o amistoso por 3 a 1.
Luciano (à dir.) em ação no Pan-Americano de Toronto, no Canadá

Luciano (à dir.) em ação no Pan-Americano de Toronto, no Canadá

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Depois de perder por 1 a 0 para a Nigéria na última quinta-feira, a Seleção Olímpica voltou a campo diante da África do Sul, na noite deste domingo, para reencontrar o caminho das vitórias. Com gols de Rodrigo Caio, Fabinho e Andreas Pereira, o time canarinho impôs seu ritmo e venceu o amistoso por 3 a 1, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

A equipe comandada pelo técnico Rogério Micale foi a campo com Ederson; Fabinho, Wallace, Dória e Douglas Santos; Matheus Salles, Rodrigo Caio, Felipe Anderson, Malcom e Gabriel Jesus; Luciano – artilheiro da Seleção Brasileira Sub-22 no Pan-Americano de Toronto, com cinco gols, o camisa 9 era a principal referência no ataque. A África do Sul, por sua vez, era formada pela seguinte escalação: February; Makheke, Gordinho, Mngonyama e Nthle; Ntshangase, Morena, Phirl e Motupa; Mothiba e Dolly.

O JOGO

Assim como na derrota para a Nigéria, a Seleção Olímpica teve dificuldades para criar lances de ataque com a bola rolando. A alternativa encontrada pela equipe verde-amarela foi abusar das jogadas aéreas – aos 14 minutos do primeiro tempo, Felipe Anderson cobrou falta da esquerda e levantou na área africana. Bem posicionado, o volante Rodrigo Caio subiu de cabeça e abriu o placar da partida.

O tento não freou os ânimos dos brasileiros, que se lançaram ao ataque pelas beiradas do campo. O atacante Malcom, campeão brasileiro pelo Corinthians no ano passado, caía pelo lado direito, enquanto o palmeirense Gabriel Jesus levava perigo à esquerda. Luciano, por sua vez, recebia a bola de costas e tentava fazer o pivô, mas tinha dificuldades devido à forte marcação da África do Sul.

Aos 19 minutos, Luciano aproveitou a cobrança de escanteio e escorou para a pequena área. Atento, o lateral Fabinho aproveitou o vacilo da defesa africana e ampliou o marcador, cabeceando firme para o fundo da rede. Melhor no jogo, o Brasil passou a dominar o meio de campo e sequer era agredido pela equipe adversária.

Impaciente, Luciano se movimentava para receber a bola em condições de gols. Aos 24, o camisa 18 do Corinthians soltou a bomba da entrada da área. Atrapalhado, o goleiro February conseguiu evitar o tento do jogador do Timão e mandou para escanteio. Na sequência, Luciano subiu de cabeça e quase ampliou, mas mandou para fora.

Na reta final do primeiro tempo, a Seleção sentiu o ritmo forte e tirou o pé, indo para o vestiário com a vitória parcial por 2 a 0. Minutos depois do reinício do jogo, Luciano deu lugar ao meia-atacante Andreas Pereira, do Manchester United (ING). E foi ele que anotou o terceiro dos donos da casa – aos 29 min, Pereira entrou pela esquerda após lindo passe de Rafinha e bateu na saída do goleiro. O meia Mothiba descontou para os visitantes.

Cena forte – o lateral-direito Makheke, da África do Sul, protagonizou o principal lance do amistoso. Restando cinco minutos para o apito final, o jogador tentou roubar a bola de Andreas Pereira, prendeu o pé no gramado e sofreu uma fratura exposta, tendo que deixar o campo de ambulância. Ao ser retirado, ouviu aplausos dos torcedores presentes no estádio Rei Pelé.

Com Luciano, Seleção Olímpica se redime e vence a África do Sul Com Luciano, Seleção Olímpica se redime e vence a África do Sul 47

Veja Mais:

  • O Corinthians perde posição mas permanece entre os primeiros do Brasileiro.

    Mesmo com derrota, o Corinthians permanece no G4 do Brasileiro; veja a tabela atualizada

    ver detalhes
  • Balbuena não jogará diante do Sport

    Cristóvão terá de mexer na zaga para próximo jogo do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Chegou a hora de falar a verdade sobre Cristóvão Borges!

    FÓRUM: Chegou a hora de falar a verdade sobre Cristóvão Borges!

    ver detalhes
  • O fim do chapão na prática

    [Roberto Piccelli] O fim do chapão na prática

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes