Corinthians deve aceitar proposta de R$ 30 milhões da Caixa, mas exposição será menor

Corinthians deve aceitar proposta de R$ 30 milhões da Caixa, mas exposição será menor

Por Meu Timão

21 mil visualizações 186 comentários Comunicar erro

Exposição da Caixa no Corinthians deve diminuir em 2016

Exposição da Caixa no Corinthians deve diminuir em 2016

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians de fato se reaproxima de um novo patrocínio com a Caixa. O banco estatal selaria acordo de um ano com o clube e pagaria os mesmos R$ 30 milhões da temporada passada. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Desde vez, contudo, a exposição da marca seria menor. O Corinthians estamparia apenas o peito de seu uniforme com o logotipo do banco. Até o início desde ano, a Caixa também marcava presença nas costas da camiseta.

Outras contrapartidas da parceria devem ser tiradas da Caixa. O banco recebia ingressos e brindes, além da exposição de sua marca em placas publicitárias do centro de treinamento do Corinthians.

No último mês de fevereiro, Corinthians e Caixa encerraram a parceria que durava desde o fim de 2012. O banco ofereceu os mesmos R$ 30 milhões pela renovação, e o Timão exigiu R$ 40 milhões alegando ter ofertas similares de ao menos outras duas empresas.

Veja Mais:

  • Estacionamento da Arena possui capacidade para comportar 1,3 mil veículos

    Corinthians supera imbróglio e anuncia nova gestora do estacionamento da Arena

    ver detalhes
  • Paulo Roberto deve ser titular diante do Internacional

    Reapresentação do Corinthians indica um único titular contra Internacional; Sheik é ausência

    ver detalhes
  • Rodriguinho jogou amistoso pelo Brasil em junho de 2017, contra Austrália

    Rodriguinho, do Corinthians, compõe lista de suplentes da Seleção para Copa do Mundo

    ver detalhes
  • Roger será inscrito pelo Corinthians para fase mata-mata da Libertadores

    Roger e mais quatro: as possibilidades de mudanças na lista do Corinthians na Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes