Com Corinthians classificado, goleiro Cássio é liberado da partida por motivos pessoais

Com Corinthians classificado, goleiro Cássio é liberado da partida por motivos pessoais

Por Meu Timão

45 mil visualizações 94 comentários Comunicar erro

Cássio pediu dispensa para resolver problemas particulares

Cássio pediu dispensa para resolver problemas particulares

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Cássio ficará de fora do confronto deste domingo, contra o Novorizontino, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista. Como o Corinthians já está classificado à próxima fase do torneio, o goleiro pediu dispensa e foi liberado pela comissão técnica para tratar de problemas particulares no Rio Grande do Sul.

Desfalque do Timão, o jogador se juntará à família em um momento delicado devido ao estado de saúde de sua avó, Maria, que está internada em estado crítico na Unidade de Terapia Intensiva. Nesta semana, Cássio, pelas redes sociais, pediu aos seus seguidores para que rezem por sua avó.

Apesar da situação delicada na família, Cássio defendeu o Corinthians no duelo contra o Santa Fe na última quarta-feira e treinou normalmente no CT Joaquim Grava nesta sexta.

Para a partida deste domingo, Walter foi confirmado como titular. Neste ano, o goleiro reserva só disputou um jogo: a vitória por 3 a 0 contra o Botafogo-SP.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fagner sofreu terceiro revés seguido para o Cruzeiro e segue perto do Z4

    Com um a menos de novo, Corinthians perde do Cruzeiro e flerta com rebaixamento

    ver detalhes
  • Cássio foi a “boa notícia” do Corinthians em Belo Horizonte

    Cássio é eleito o melhor do Corinthians no Mineirão; dupla beira nota zero

    ver detalhes
  • Douglas foi expulso no fim do primeiro tempo e prejudicou Timão no Mineirão

    Torcida do Corinthians detona Douglas, Avelar e Jair por derrota; veja comentários

    ver detalhes
  • Timão vem patinando sob o comando do técnico Jair Ventura

    Corinthians se segura em 13º, mas pode terminar rodada a dois pontos do Z4

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes