Lucca destaca ‘respeito’ do Corinthians e cita mensagem motivacional de capitão

Lucca destaca ‘respeito’ do Corinthians e cita mensagem motivacional de capitão

Por Meu Timão

Lucca comemora com Fagner e André após marcar o quarto gol do Corinthians contra o Red Bull

Lucca comemora com Fagner e André após marcar o quarto gol do Corinthians contra o Red Bull

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Favorito, o Corinthians correspondeu às expectativas e avançou às semifinais do Campeonato Paulista com uma grande vitória diante do Red Bull, neste sábado. Avaliando o desempenho da equipe após o jogo, Lucca destacou o respeito que o Timão teve perante seu adversário e revelou ter sido motivado pela mensagem de Fagner, capitão no jogo deste final de semana.

“Ele (Tite) pregou muito respeito. O Red Bull vinha de três resultados muito bons contra equipes grandes. A equipe respeitou, se impôs, teve intensidade, fizemos tudo o que treinamos e tivemos uma tarde muito feliz. Creio que nos postamos bem ofensivamente e conquistamos um resultado muito bom”, disse o atacante, citando a fala de Fagner.

“Chega com moral, mas foi o que o Fagner falou ali que me deixou um pouco marcado. Fizemos um grande jogo, mas não ganhamos nada ainda. Temos um cara experiente como ele, por tudo que já fez no Corinthians, tem uma humildade muito grande. Creio que cada um de nós absorveu isso”, acrescentou.

Lucca reconheceu o bom momento que vive a equipe, mas manteve os pés no chão para lembrar que a boa campanha não dá garantias de título. Satisfeito com o futebol apresentado contra o Red Bull, o atacante já garantiu foco contra o Cobresal, nesta quarta-feira

“Agora é se preparar, temos um jogo difícil contra o Cobresal. Vamos respeitar, mas vamos tenta impor nosso ritmo, isso dá moral dentro de casa. Vamos com tudo para tentar vencer”, comentou.

Por fim, Lucca também comentou sobre o lance de seu gol. Aos 24 minutos do segundo tempo, o jogador recebeu passe de Alan Mineiro e, de primeira, bateu firme para dar números finais à partida.

“Posicionamento meu. Eu tenho que estar li, onde a gente treina. A hora que o lateral fechou, tentei me manter aberto. Fui feliz também, a bola veio e pude finalizar muito bem, peguei muito firme na bola”, concluiu.

Veja Mais:

  • Dupla Jô-Rodriguinho já não se mostra mais tão efetiva quanto em outros tempos

    Corinthians leva dois gols de bola área, perde do Botafogo e fica pressionado no Brasileirão

    ver detalhes
  • Clayson falou com a imprensa brevemente: 'Não foi nada demais'

    Atacante do Corinthians é conduzido por policiais a prestar esclarecimentos no Rio

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille perdeu do Botafogo na noite dessa quarta-feira

    Torcida 'perdoa' cinco jogadores e dá pior nota a Carille após derrota do Corinthians no Rio

    ver detalhes
  • Acorda, presidente!

    [Walter Falceta] Acorda, presidente!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes