Corinthians já trabalha em defesa de Yago em caso de doping

Corinthians já trabalha em defesa de Yago em caso de doping

Por Meu Timão

Camisa 3 utilizou substância para aliviar dores no joelho antes de entrar em campo contra o Santos

Camisa 3 utilizou substância para aliviar dores no joelho antes de entrar em campo contra o Santos

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Dois dias depois da constatação do antidoping de Yago, o Departamento Jurídico do Corinthians já se mobiliza em preparar a defesa do caso. O zagueiro foi flagrado pelo uso ilegal da substância betametasona, na partida diante do Santos, no dia 6 de março, válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Em meio à possibilidade de suspensão, o advogado do clube, João Zanforlin, esclareceu a situação.

João inocentou Yago e evidenciou que o anti-inflamatório foi usado para combater as dores no joelho do atleta.

“Não é nada de jogador dopado. Não é doping, como a lei define. O jogador não tem a obrigação de conhecer o remédio. Além disso, o Corinthians tinha jogadores à altura para participar do jogo. Foi no sentido humanitário. Ele estava com dor e seguiram esse caminho”, disse, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Com a contraprova do caso prevista para o dia 2 de maio, o Corinthians seguirá preparando a defesa do jogador até a data. Se Yago novamente testar positivo, o defensor corintiano será julgado no Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol.

Chefe do Departamento Médico do Corinthians, Joaquim Grava assumiu a responsabilidade pelo equívoco e, assim como o advogado do clube, também inocentou Yago. “Dentro da legislação do controle, o clube é isento, o atleta é isento. A responsabilidade é toda minha, já que sou responsável pelo departamento médico do Corinthians”, comentou.

Yago soube do teste positivo antes da partida diante do Osasco Audax neste sábado, pela semifinal do Campeonato Paulista e entrou em campo normalmente. Caso seja punido, a previsão é que o zagueiro fique 30 dias fora dos gramados. Titular na equipe de Tite desde o início da temporada ao lado de Felipe, o defensor de 23 anos conquistou confiança e espaço no clube após as saídas de Gil e Edu Dracena.

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes
  • Corinthians promove enquete para escolher novo adereço da Arena; saiba como votar

    Corinthians promove enquete para escolher novo adereço da Arena; saiba como votar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes