Atacante Luciano quebra acordo e entra na Justiça contra empresário

Atacante Luciano quebra acordo e entra na Justiça contra empresário

Por Meu Timão

Luciano assinou contrato com outra empresa para cuidar de sua carreira nesta sexta-feira

Luciano assinou contrato com outra empresa para cuidar de sua carreira nesta sexta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O atacante Luciano, do Corinthians, terá de acionar a Justiça para se desvencilhar oficialmente do empresário Marcos Ferreira Santos, dono da PH4 Sports. O jogador, que mantinha vínculo com o agente desde os Jogos Pan-Americanos de 2015, assinou contrato com outra empresa, a Art Sports, para cuidar de sua carreira. A informação é do UOL Esporte.

A quebra de contrato entre Luciano e Marcos se deu pelo sumiço do empresário. De acordo com a publicação, o representante está desaparecido há três meses, fato que fez o atleta corinthiano procurar por outros agentes. A situação ficou ainda mais desconfortável pelo fato de Marcos utilizar o nome do jogador para realizar financiamentos.

Luciano irá à Justiça para provar abandono e justificar o rompimento do vínculo anterior. A partir da última sexta-feira, o camisa 18 do Corinthians é agenciado pela mesma empresa que cuida da carreira do lateral-esquerdo Guilherme Arana e do meia Alan Mineiro, ambos do Timão.

O novo empresário de Luciano, Nílson Moura, diz que o jogador tem sondagens do Real Betis, da Espanha, clube que levou o volante Petros, ex-Corinthians, em 2015. Uma equipe do futebol turco também demonstrou interesse no brasileiro.

Em agosto do ano passado, Luciano teve uma ruptura no ligamento cruzado anterior e outra no menisco do joelho direito durante o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2015. A lesão ocorreu no momento em que o jogador começava a se firmar entre os titulares e vinha de cinco gols em quatro partidas. Ele está relacionado para a estreia do Timão no Brasileiro, neste domingo, diante do Grêmio.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes