Marcelinho Carioca relembra pênaltis perdidos e episódio de eliminação na Libertadores

Marcelinho Carioca relembra pênaltis perdidos e episódio de eliminação na Libertadores

Por Meu Timão

2.9 mil visualizações 77 comentários Comunicar erro

Pé de Anjo ficou conhecido por ser especialista em cobranças de falta

Pé de Anjo ficou conhecido por ser especialista em cobranças de falta

Foto: Reprodução/Corinthians

Ídolo inquestionável do clube, o ex-jogador Marcelinho Carioca possui diversas glórias entre seus 224 gols marcados com o manto corinthiano. Nas quatro passagens que acumula pelo Timão, mesmo tendo errado cobranças de pênalti em decisões de campeonato, o legado deixado pelo camisa 7 sempre será reconhecido pela Fiel. Questionado sobre os fracassos, Marcelinho, em tom bem descontraído, relembrou seus momentos ruins.

“Realmente foi mérito do Marcos, é um cara fantástico. No Mundial eu fui querer inventar, querer trocar o canto. Mas eu nem tinha isso na minha cabeça (escolha por mudar de canto). Para o cobrador, o difícil não é bater o pênalti. O difícil é quando você sai do meio até lá”, disse em entrevista ao programa Resenha, da ESPN.

Presente entre um dos batedores no Mundial de Clubes de 2000, diante do Vasco, o Pé de Anjo, como é conhecido, desperdiçou sua cobrança, mas mesmo assim viu o Corinthians sagrar-se campeão daquele ano. Poucos meses depois, pela Libertadores, a história se repetiu. O camisa 7 novamente errou seu pênalti, porém desta vez na cobrança que definiu a desclassificação do Corinthians.

“Você pensa em diversas opções, vou mudar, vou tocar rasteirinho, vou botar no outro canto... Aí inicia uma condicional, eu pensei em tocar forte no canto onde eu tenho confiança. Mas quando eu chuto, o Marcão já está ali, a 150 metros na frente, não tirando o mérito dele. Ele foi, esticou o braço e fez uma brilhante defesa”, acrescentou.

Depois da eliminação, Marcelinho ainda relembrou a invasão dos torcedores corinthianos que foram protestar no CT do clube. “O interessante, é que quando a torcida invadiu no outro dia, a gente estava escondido e o Dinei foi falar com eles. O Dinei foi andando para falar com eles e o caras bateram na orelha dele (risos)”, finalizou.

Veja Mais:

  • Revelação de 2017, Pedrinho reforça Corinthians diante do Red Bull Brasil

    Com Pedrinho, Carille relaciona 23 no Corinthians para duelo com Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

    Reforço de R$ 5 milhões, volante aguarda primeira chance no Paulistão; novo esquema pode ajudá-lo

    ver detalhes
  • Livro 'Sócrates Eterno' será lançado na noite desta segunda, em São Paulo

    Viúva de Sócrates lança autobiografia do ex-jogador do Corinthians nesta segunda em São Paulo

    ver detalhes
  • Sem contusão, Clayson treinou normalmente e deve pegar Red Bull

    Após exames, Clayson treina no Corinthians e deve enfrentar Red Bull

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes