Giovanni Augusto reconhece desempenho abaixo do esperado e diz entender vaias

Giovanni Augusto reconhece desempenho abaixo do esperado e diz entender vaias

Por Meu Timão

Giovanni Augusto atuou por pouco mais de 30 minutos contra o Grêmio

Giovanni Augusto atuou por pouco mais de 30 minutos contra o Grêmio

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians não agradou o torcedor na tarde deste domingo e apenas ficou no empate com o Grêmio, na abertura do Campeonato Brasileiro. No fim do jogo, muitas vaias foram escutadas, grande parte delas direcionada a jogadores específicos. Para Giovanni Augusto, a manifestação dos torcedores é normal porque o time teve desempenho abaixo do esperado.

“Acho que é normal diante daquilo que o torcedor esperava da nossa torcida em campo. Foi um pouco abaixo, mesmo sabendo que a equipe do Grêmio é de grande qualidade. Nossa equipe poderia ter jogado um pouquinho melhor. Foi natural daquilo a gente apresentou. Mas temos jogadores experientes para saber lidar com essa situação”, afirmou o meia em participação no programa Seleção SporTV.

As vaias, no entanto, não foram bem recebidas por Tite. Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador contestou a reclamação de parte da torcida.

Giovanni Augusto entrou em campo aos 15 minutos do segundo tempo no lugar de Romero. Apontado como titular, o jogador não começou jogando porque não participou dos primeiros treinos da semana passada por ter feito trabalhos específicos no laboratório de biomecânica do clube, priorizando a manutenção preventiva de tornozelo do pé esquerdo, onde sofreu lesão recentemente.

Dos reforços contratados no início deste ano, Giovanni é quem vem apresentando melhor desempenho. Além de falar sobre o empate deste domingo, o meia também fez uma análise do início de temporada do Corinthians e comentou as eliminações recentes.

“Acho que (ficamos) dentro da situação que o clube se apresentou esse ano, com a saída de jogadores que tinham uma identidade muito grande com o clube, em relação àqueles que chegaram e a expectativa não era das melhores possíveis, porque achavam que não teríamos um bom início de ano. E a gente acabou surpreendendo. Tivemos bom início de Paulista, Libertadores. Fomos eliminados no Paulista jogando bem. Fizemos um bom jogo lá no Uruguai contra o Nacional”, concluiu.

Veja Mais:

  • Carille abriu o jogo sobre planejamento corinthiano de contratações para 2018

    Damião? Substituto para Arana? Carille abre o jogo sobre contratações do Corinthians

    ver detalhes
  • Zé Rafael, de 24 anos, tem contrato com o Bahia até 2020

    Corinthians reforça interesse em Zé Rafael, mas tem de esperar até 9 de dezembro; entenda

    ver detalhes
  • Romero não jogará contra o Atlético-MG, mas estará na Arena Corinthians

    Mesmo suspenso, Romero tem duas metas para jogo da festa contra o Atlético-MG no domingo

    ver detalhes
  • Carille quer contar com seu reserva imediato em 2018

    Permanência de Walter é desejo de Carille, mas técnico já tem plano B em caso de saída

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes