Tite defende dupla e questiona vaias de torcedores: 'Vai dificultar'

Tite defende dupla e questiona vaias de torcedores: 'Vai dificultar'

Por Meu Timão

Para Tite, vaias apenas prejudicarão sequência de Rodriguinho e André no clube

Para Tite, vaias apenas prejudicarão sequência de Rodriguinho e André no clube

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Tite não aprovou as sonoras vaias direcionadas por parte da torcida alvinegra a Rodriguinho e André. Após o empate por 0 a 0 diante do Grêmio, neste domingo, pela estreia do Campeonato Brasileiro, o técnico do Corinthians concedeu entrevista coletiva e questionou a postura de, segundo ele, “algumas pessoas” presentes na Arena Corinthians.

“Eu não quero julgar se é de mais ou de menos. Não posso julgar a torcida como aqueles que se manifestam. Eu posso falar uma coisa: 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015. O Corinthians foi campeão, foi sexto, 13º, quarto e campeão. Ela (equipe) merece que eles (torcedores) tenham mais paciência. Não precisa acontecer o que aconteceu com o Vagner Love. Se fizer e apoiar, vai melhorar. Se não, vai dificultar, esses ajustes vão demorar a acontecer”, afirmou com veemência.

Eliminado do Paulistão da Copa Libertadores, o Corinthians iniciou sua campanha no Brasileirão com empate, contra o Grêmio, dentro de seus domínios. Com muitos erros das duas equipes, o confronto na Arena ficou marcado pela má atuação de Rodriguinho, que não conseguiu ditar o ritmo do Timão, e pelo desempenho aquém de André – o centroavante, além de passar em branco, pouco tocou na bola.

Indagado sobre a postura de parte dos mais de 31 mil presentes em Itaquera, Tite foi direto. “A torcida do Corinthians sempre se caracterizou por apoiar. E, confesso, essas situações têm me surpreendido. Não é a grande maioria. São algumas pessoas que em vez de contribuir...”, lamentou o comandante corinthiano.

“Pra mim foi um puta jogo, taticamente perfeito. Marcar posicional e não individual, perfeito. Não teve gols, grau de exigência maior. ‘Tite faltou o último terço’, mas também é um processo. Eu vim aqui cada vez mais pra dizer assim: ‘Calma, espera, deixa o Love, Luciano vai dar a resposta...’. Só estou tentando lembrar que tem um profissional que não gosta de empate, não gosta de perder”.

O Corinthians agora terá a semana livre de preparação para o jogo frente ao Vitória, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Barradão. Para ver o time do Parque São Jorge conquistar seu primeiro triunfo no Brasileirão, Tite fez um pedido à torcida: paciência e apoio incondicional serão fundamentais daqui em diante.

“Um pouquinho de credibilidade para um técnico que dos últimos quatro campeonatos brasileiros com o Corinthians venceu dois (um eu fiquei só assistindo). Eu tenho um pouquinho de carinho e respeito ao torcedor para pedir para ele: não faça isso que fez com o Rodriguinho, com o André. Vai contra a própria historia do Corinthians. Todos estamos representando”, finalizou.

Veja Mais:

  • Com Guilherme no meio, Timão tenta conquistar primeira vitória em clássicos em 2017

    Corinthians encara rival São Paulo em decisão da Florida Cup

    ver detalhes
  • Arena Corinthians receberá a Ferroviária (dia 1/2), quarta, 21h45, por imposição da FPF

    Sem Peñarol! Diretoria do Timão pessimista em relação a amistoso no fim de semana

    ver detalhes
  • Kazim deve ter primeira chance como titular no Corinthians

    Carille põe Kazim titular e faz mais duas mudanças; veja provável escalação contra São Paulo

    ver detalhes
  • Cristian interessa à Chapecoense, mas salário é entrave

    Técnico da Chapecoense revela desejo de contar com Cristian

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes