Ex-promessa da base completa primeiro ano como profissional e agradece Timão na web

Ex-promessa da base completa primeiro ano como profissional e agradece Timão na web

Por Meu Timão

Matheus Cassini foi campeão da Copinha 2015 pelo Corinthians

Matheus Cassini foi campeão da Copinha 2015 pelo Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians continuará a ser importante para Matheus Cassini. Tido como uma das principais revelações do clube nos últimos anos, o meia-atacante do Palermo, da Itália, está próximo de completar seu primeiro ano como profissional. Em uma de suas redes sociais, o jogador celebrou o feito na carreira e mostrou gratidão ao time que o projetou para o futebol.

“Agradeço a Deus pela minha primeira temporada como profissional, uma temporada de muito aprendizado, alegrias, tristezas, boas experiências, enfim um pouco de tudo. Mas acima de tudo, alegria por fazer o que eu mais amo. Agradeço ao Corinthians por ter me aberto as portas, e também ao Palermo pela recepção e pelo apoio quando precisei”, escreveu Cassini.

Campeão da Taça São Paulo de Futebol Júnior de 2015, Matheus foi vendido ao Palermo em julho por R$ 5,1 milhões. A diretoria do Timão, no entanto, teve direito a apenas 70% do valor (cerca de R$ 3,6 milhões). O restante foi repassado à Art Sports, empresa que agencia a carreira do atleta.

A negociação de Cassini para o Velho Continente gerou certa revolta em parte dos torcedores corinthianos. Visto como promissor, o então garoto de 19 anos deixou o Parque São Jorge sem nunca sequer ter estreado pela equipe profissional. Antes de definir sua transferência ao time italiano, chegou a se reunir com a diretoria alvinegra e até recebeu uma proposta de aumento, mas optou por seguir para o exterior com a promessa de jogar a primeira divisão do Campeonato Italiano – o Palermo terminou a temporada na 16ª colocação.

Ainda assim, Cassini recebeu poucas oportunidades e precisou mostrar seu valor na equipe B. No fim de janeiro, a fim de adquirir maior experiência, foi emprestado ao NK Inter Zapresic, da Croácia, onde ficará até o fim de junho. Seu contrato com o Palermo é válido até 30 de junho de 2020.

Cedo demais – O objetivo principal do trabalho das categorias de base de um time de futebol é formar atletas profissionais. Entretanto, sobretudo ao longo dos últimos anos, algumas promessas decidiram deixar o Corinthians em busca de valorização, seja dentro ou fora dos gramados. Em fevereiro, o Meu Timão relembrou casos semelhantes de jogadores que, então garotos, trocaram o processo de maturidade na equipe alvinegra pelo “sonho europeu”.

Veja a publicação de Matheus Cassini

Veja Mais:

  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes
  • Chapecoense está na Libertadores de 2017; Corinthians segue lutando por vaga

    Conmebol confirma título à Chape, e Libertadores-2017 terá ao menos oito brasileiros

    ver detalhes
  • Wladimir tem 805 jogos com a camisa do Corinthians em seu currículo

    Invasão Corinthiana, impeachment de Andrade e tragédia da Chape: bate-papo com Wladimir

    ver detalhes
  • Muricy atualmente trabalha como comentarista no SporTV

    Corinthians convidou Muricy Ramalho para ocupar cargo na base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes