Felipe relembra saída polêmica do Corinthians e garante não carregar mágoas

Felipe relembra saída polêmica do Corinthians e garante não carregar mágoas

Por Meu Timão

Felipe caiu nas graças da torcida em 2007 por suas defesas que evitaram o rebaixamento antecipado

Felipe caiu nas graças da torcida em 2007 por suas defesas que evitaram o rebaixamento antecipado

Foto: Daniel Augusto Jr.

Três temporadas foram suficientes para que Felipe passasse de ídolo a mais um jogador com saída conturbada do Corinthians. Hoje, aos 32 anos, o goleiro defende as cores do Bragantino e continua na luta para reencontrar o bom futebol. Questionado sobre sua passagem pelo Timão, o arqueiro relembrou o difícil desfecho de sua passagem, garantindo não ter mágoas do clube.

"Quando o atleta sai, ele sai como culpado. Teve erro das duas partes, tanto da minha, quanto da diretoria, mas passou, não tem que ficar remoendo. Então, eu só me arrependo de ter saído dessa forma pelo carinho que eu tenho pelo Corinthians e que os torcedores tinham por mim. Eu não imaginava sair assim brigado, mas passou, a vida seguiu pra todo mundo, eu tenho e sempre vou ter um carinho pelo Corinthians, e isso não vai atrapalhar o sentimento que eu tenho pelo clube”, falou o goleiro ao Goal.

Quanto ao motivo principal que culminou na sua saída, o desentendimento com o presidente do Corinthians em 2010, Andrés Sanchez, Felipe revelou que ambos se desculparam após o episódio e garantiu a amizade com o dirigente.

“Quando eu estava no Flamengo, ele sempre estava no hotel que o time concentrava. Já conversamos, eu sempre falei que o Andrés pra mim é o melhor presidente com que eu já trabalhei. Aquele problema ali foi totalmente inesperado, infelizmente foi daquela forma, como eu falei, todo mundo acabou errando, todo mundo erra e não tenho nenhum ressentimento por ele. É um cara que eu admiro pelo trabalho que ele fez no Corinthians. A gente já se encontrou depois disso, não tem problema nenhum, nos falamos normalmente”, completou Felipe.

Felipe chegou ao Timão depois de uma campanha de destaque pelo Campeonato Paulista de 2007, quando defendia o Bragantino, justamente seu atual clube. Em 193 partidas pelo Corinthians, o antigo camisa 1 participou da campanha do rebaixamento em 2007, do acesso à Série A em 2008, além dos títulos do Campeonato Paulista e Copa do Brasil em 2009. O arqueiro deixou o clube em 2010, rumo ao Braga, de Portugal.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes