Bruno Henrique atribui gol aos treinamentos e minimiza críticas dos últimos jogos

Bruno Henrique atribui gol aos treinamentos e minimiza críticas dos últimos jogos

Por Meu Timão

Camisa 25 marcou seu primeiro gol na temporada nesta quinta-feira

Camisa 25 marcou seu primeiro gol na temporada nesta quinta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Muito questionado pela torcida, principalmente depois da derrota por 3 a 2 diante do Vitória, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o volante Bruno Henrique reencontrou o bom futebol nesta quinta-feira. Atuando com mais liberdade no meio de campo sob o aval de Tite, o camisa 25 fez o segundo gol na vitória corinthiana por 3 a 0 sobre a Ponte Preta e saiu de campo convicto da boa atuação.

Sobre a mudança de rendimento, Bruno Henrique analisou as diferenças entre as duas características exercidas nesta temporada e revelou sua preferência. “Você depende de um tempo para se adaptar em outra opção que não é a de origem. Jogando como segundo volante eu me sinto melhor, consigo atuar mais no ataque. O jogo de hoje foi muito bom e aumenta ainda mais a minha confiança. O time fez uma bela partida”, disse em entrevista à Rádio Transamérica na saída do gramado.

Em relação ao gol, proveniente de um forte chute da entrada da área, o camisa 25 atribuiu o feito aos trabalhos realizados durante os treinamentos. “Eu vinha chutando nos últimos jogos e errando bastante. Estou treinando e não posso fugir da minha característica, que é chutar de fora da área. Hoje eu fui muito feliz”, acrescentou Bruno Henrique.

Quanto às cobranças absorvidas nas últimas semanas, quando o Corinthians passou por uma série de cinco jogos sem vitória, o volante garantiu foco e comprometimento no elenco corinthiano em prol de sempre conquistar o melhor resultado.

“Nós, dentro da equipe, sabemos como trabalho é importante. Estamos trabalhando sério, treinamos forte ao longo da semana, nos dedicamos e procuramos sempre fazer o melhor. O torcedor, às vezes não gosta de um jogo ou outro, mas temos que saber lidar com isso. Tenho que fazer o que eu estou aqui pra fazer, que é jogar futebol”, finalizou.

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes