Colunista repudia comparações entre Carlos Amarilla e árbitro da eliminação do São Paulo

Colunista repudia comparações entre Carlos Amarilla e árbitro da eliminação do São Paulo

Por Meu Timão

Em 2013, os erros de Amarilla foram cruciais para a eliminação do Timão na Libertadores

Em 2013, os erros de Amarilla foram cruciais para a eliminação do Timão na Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O Corinthians entrou em evidência em meio à eliminação do São Paulo na semifinal da Liberadores na noite dessa quarta-feira. Isso porque alguns torcedores compararam a atuação do árbitro chileno Patrício Polic no duelo entre tricolores e colombianos com a do paraguaio Carlos Amarilla na fatídica partida entre Timão e Boca Juniors pela Libertadores de 2013.

E ao menos na opinião do colunista Juca Kfouri, a comparação não tem cabimento.

Em publicação no seu blog, no portal Uol, Juca destaca que, por mais fraca que tenha sido a atuação de Polic na derrota por 2 a 1 do São Paulo para o Atletico Nacional, o resultado além de não ter sido completamente modificado também não deixou de ser justo. No duelo de ida, os colombianos já haviam sido superiores e batido os tricolores por 2 a 0 em pleno Morumbi.

O colunista então lembrar que Amarilla não somente acumulou inúmeros erros no jogo que terminou empatado em 1 a 1 entre Corinthians e Boca Juniors, no Pacaembu, como também interferiu claramente no resultado. Foram dois pênaltis e dois gols não marcados. Os quatro lances prejudicando o Timão, que jogou melhor naquela noite.

Vale ainda lembrar que Amarilla, dois anos depois, foi alvo de uma polêmica graças ao vazamento de uma conversa do então presidente da Associação de Futebol Argentina, Julio Grondona, e um dirigente da Conmebol. O bate-papo sugeriu esquema envolvendo o árbitro paraguaio para favorecer o Boca Juniors.

Veja Mais:

  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi expulso após dar solada no atleta adversário

    Fiel não perdoa, e Rodriguinho beira nota zero em eliminação do Corinthians na Argentina

    ver detalhes
  • Rodriguinho deixou El Cilindro sem conversar com a imprensa

    Rodriguinho pede desculpas ao elenco por expulsão, mas opta pelo silêncio na zona mista

    ver detalhes
  • Adauto falou com a imprensa na saída do estádio El Cilindro

    Diretor do Corinthians detona arbitragem na Argentina: 'Verdadeiros artistas'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes