Fagner será julgado nesta quarta; Timão pode ter segundo desfalque confirmado

Fagner será julgado nesta quarta; Timão pode ter segundo desfalque confirmado

Por Meu Timão

Se for condenado, Fagner poderá pegar de um a seis jogos de suspensão

Se for condenado, Fagner poderá pegar de um a seis jogos de suspensão

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Adiado na semana passada, ocorre na tarde desta quarta-feira o julgamento do lateral direito Fagner. O jogador do Corinthians foi denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por uma entrada no meia Ederson, do Flamengo, em vitória alvinegra por 4 a 0, no dia 3 de julho.

O árbitro Heber Roberto Lopes não viu nem falta na jogada, mas a Procuradoria do tribunal viu. O atleta responderá pelo artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que se refere a “praticar jogada violenta” e tem punição prevista de um a seis jogos de suspensão.

Na sessão, marcada para às 14h, na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), também será julgado o juiz da partida. Heber foi denunciado em três artigos justamente por não ter apitado falta nem aplicado nenhum cartão ao lateral direito do Corinthians.

Se Fagner for punido, será mais um desfalque da equipe alvinegra no duelo com o Grêmio, no próximo domingo, em Porto Alegre. O técnico Cristóvão Borges já sabe que não poderá contar com o volante Elias, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate com o Cruzeiro.

Veja Mais:

  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes
  • Kazim terá nova oportunidade como titular diante do Palmeiras

    Em treino aberto na Arena, Carille define novo Corinthians para clássico

    ver detalhes
  • Carille terá onze suplentes à disposição no clássico

    Jadson fica fora do Dérbi; veja lista de relacionados do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes