Atacante da Ponte revela contenção em Campinas: 'Poderíamos ter marcado mais'

Atacante da Ponte revela contenção em Campinas: 'Poderíamos ter marcado mais'

Por Meu Timão

Sob gritos de 'olé', Corinthians perdeu para a Ponte Preta em Campinas

Sob gritos de 'olé', Corinthians perdeu para a Ponte Preta em Campinas

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta do último sábado “saiu barato” ao Corinthians. Pelo menos é nisso que acredita o atacante Clayson, autor do segundo gol da equipe campinense sobre o Timão. Para ele, os donos da casa abriram mão de um placar mais elástico em troca de uma atuação segurança no estádio Moisés Lucarelli.

“Poderíamos até ter marcado mais, mas sabemos que o Corinthians é um time perigoso, que poderia ainda explorar um contra-ataque, por isso jogamos com calma. Continuamos procurando o gol, mas com maturidade e inteligência”, afirmou Clayson.

Os atacantes Roger e Clayson foram os responsáveis por garantir a vitória da Ponte Preta dentro de seus domínios. O Timão, que havia superado o Vitória e dado fim a uma série de três partidas sem triunfo, voltou a cair fora da Arena Corinthians e passou a ocupar a quarta colocação do Brasileirão.

O Campeonato Brasileiro, por ora, deixa de ser o foco do atual campeão nacional. Isso porque a equipe alvinegra estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio Edson Passos, em Mesquita (RJ). O Fluminense será o mandante do primeiro duelo das oitavas de final.

O Corinthians volta a treinar no CT Joaquim Grava na tarde desta terça, mas o técnico Cristóvão Borges não dará indícios da escalação. Apenas o aquecimento dos jogadores será liberado à imprensa, que posteriormente deixará a área externa a pedido do treinador corinthiano.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes