Empresa aciona Corinthians por venda de Felipe ao Porto

119 mil visualizações 74 comentários

Por Meu Timão

Hexacampeão brasileiro, Felipe deixou o Corinthians em junho

Hexacampeão brasileiro, Felipe deixou o Corinthians em junho

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Embora Felipe tenha deixado o Corinthians há cerca de dois meses, a transferência do zagueiro ao Porto (POR) avaliada em R$ 30 milhões ainda rende assunto nos bastidores do Parque São Jorge. Uma empresa entrou com uma ação na Justiça para ter acesso a todos os contratos firmados entre Timão e jogador, inclusive o da rescisão. A informação é do ESPN.com.br.

A Moraes & Gomes Serviços, sociedade empresarial limitada com sede na capital paulista, entende ter direito a parte da quantia embolsada pelo Timão com o negócio. De acordo com a publicação, a companhia possui vínculos antigos com o ex-defensor alvinegro e, portanto, tenta obter a permissão da Justiça aos documentos do clube.

O caso corre na 3ª Vara Cível do Foro Regional VIII, no bairro do Tatuapé, em São Paulo. A firma reivindica o “contrato acerca da venda concretizada e ocorrida por transferência internacional de Felipe ao Porto, sob pena à expedição de mandado judicial de busca e apreensão física da negociação de transferência, requisitando, se necessário, força policial”, diz trecho do ofício.

O departamento jurídico do Timão, no entanto, nega dever qualquer montante à Moraes & Gomes Serviços. “O Corinthians foi notificado sobre o caso e respondeu à empresa que ela não tem direito porque ela já não tinha mais vínculo com o jogador. Ela pode nos notificar judicialmente, mas não tem direito e essa é nossa resposta”, rechaçou Diógenes Mello, advogado da agremiação.

A juíza Amanda Eiko Sato, responsável pelo caso, indeferiu os pedidos de liminar de exibição de documentos em primeira instância, já que os mesmos são datados de 2013. A Moraes & Gomes Serviços não consta como contratante em nenhum outro contrato.

Recentemente vendido, Felipe pode render mais lucros aos cofres corinthianos em breve, além do valor arrecadado a partir de sua transferência. Isso porque, como forma alternativa de segurar o jogador e evitar uma curta passagem, o Porto estipulou uma multa rescisória de 50 milhões de euros.

Ou seja, tendo em vista que ainda é dono de 25% dos direitos econômicos do zagueiro, o Timão receberia uma quantia em torno de 12,5 milhões de euros, equivalente a R$ 48,7 milhões (na cotação atual), caso o atleta tenha seu passe comprado por outro clube.

Veja Mais:

  • Luan ainda não terminou uma partida depois da paralisação

    Luan foi substituído em todos os jogos do Corinthians após a pausa; saídas nos Dérbis vieram antes

    ver detalhes
  • Pedrinho publica foto com camisa do Benfica após chegar em Portugal nesta sexta-feira

    Ex-Corinthians, Pedrinho chega em Portugal para se apresentar ao Benfica

    ver detalhes
  • Carlos pode rumar ao futebol italiano nos próximos dias, após o fim do Paulistão

    Portal italiano diz que Monza espera Carlos ainda neste mês para exames; dirigente admite interesse

    ver detalhes
  • Cássio é o único titular em campo no treino do Corinthians desta quinta-feira

    Corinthians volta aos trabalhos no CT após empate em Dérbi; veja provável time para decisão

    ver detalhes
  • Sornoza marca golaço pela LDU

    Emprestado pelo Corinthians, Sornoza marca golaço do meio de campo no Equador; assista

    ver detalhes
  • Protesto acontece após divulgação da escala de arbitragem

    Antes de decisão contra o Corinthians, torcedores do Palmeiras vão à FPF protestar por arbitragem

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: