Cássio fala sobre chances de convocação com comando de Tite na Seleção

Cássio fala sobre chances de convocação com comando de Tite na Seleção

Por Meu Timão

Garantindo foco e tranquilidade, Cássio afirmou que almeja lugar na Seleção

Garantindo foco e tranquilidade, Cássio afirmou que almeja lugar na Seleção

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Goleiro titular no Corinthians, Cássio comentou suas chances na Seleção Brasileira comandada pelo antigo técnico Tite, que trabalhou no time alvinegro. Ressaltando respeito ao treinador, o arqueiro garantiu tranquilidade e foco em relação a uma possível convocação.

Em visita a loja Poderoso Timão, na grande São Paulo, Cássio comentou seu relacionamento com o ex-comandante do Corinthians, agora que o mesmo está à frente da Seleção. O goleiro alvinegro garantiu que não existem mágoas em relação ao treinador, que colocou Walter em seu lugar na equipe titular em sua passagem pela equipe alvinegra.

“Tenho um relacionamento muito bom. Eu acho que tanto ele quanto eu somos pessoas maduras para saber que teve uma situação que ele achou melhor me tirar do time naquele momento e eu aceitei. Lógico que ninguém fica feliz de sair do time, mas de maneira nenhuma eu desrespeitei ele ou o Walter que entrou no meu lugar. Continuei trabalhando, me dedicando e depois voltei a ser o goleiro titular do Corinthians. Mas tenho um enorme respeito”, declarou Cássio em entrevista ao Fox Sports.

Sobre uma provável vaga como goleiro da Seleção Brasileira, afirmou que almeja o posto na equipe. O goleiro ressaltou que continuará se dedicando e trabalhando, colocando os resultados no Corinthians como objetivo principal, pois com o time em boa situação, a convocação pode ficar mais próxima.

“Se fosse o Tite, ou qualquer outro treinador, eu almejo chegar na Seleção. É o sonho de todo jogador chegar na Seleção, acho que não só no futebol, mas em todo os esportes você almeja chegar na sua seleção e comigo não é diferente. Então, é continuar trabalhando forte, me dedicando, ir atrás dos resultados, que o Corinthians estando bem. Fazendo um bom trabalho a gente fica mais perto da Seleção”, argumentou o goleiro alvinegro.

Ainda sobre a Seleção, o jogador se desvencilhou de possível vantagem ou garantia de que seria convocado para a equipe verde amarela por já ter trabalhado com Tite no Corinthians. Garantindo foco e tranquilidade em seu trabalho, ressaltando torcida pela equipe verde e amarela mesmo sem integrar o time.

“Eu vou ter tranquilidade e trabalhar, porque não é por que eu trabalhei com ele que ele tem obrigação de me chamar ou por que ele tem me elogiado muitas vezes que ele tem obrigação de me chamar. Eu tenho que fazer meu trabalho que se eu for chamado para a Seleção eu vou fazer o meu melhor, e se não for vou estar na torcida, por que foi um cara que me ajudou muito, um cara que me ajudou como atleta e como pessoa a crescer, nestes dois sentidos, então tenho um carinho muito grande e sempre vou estar na torcida, independente se eu for convocado ou não”, finalizou Cássio.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes