Após vitória do Timão, CBF, ex-árbitros e imprensa elogiam juiz e criticam 'mimimi' do Fluminense

6.8 mil visualizações 48 comentários

Por Meu Timão

Toski foi elogiado após tomada de decisões em jogo entre Corinthians e Fluminense

Toski foi elogiado após tomada de decisões em jogo entre Corinthians e Fluminense

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Fluminense, na noite dessa quarta-feira, na Arena, pela Copa do Brasil, ficou marcada pelas fortes reclamações de jogadores, comissão técnica e dirigentes do Fluminense acerca da arbitragem. O juiz responsável pelo duelo, Rodolpho Toski Marques, no entanto, foi bastante elogiado por ex-árbitros, comentaristas da imprensa e até pela Comissão de Arbitragem da CBF.

A primeira polêmica levantada pelos tricolores diz respeito aos três gols anulados por impedimento. Os tira-teimas da televisão, contudo, deixam claro que em todas as ocasiões houve acerto por parte da equipe de arbitragem.

"Três grandes decisões, todas em favor do Corinthians. Apesar de grande decisão, porque anular um gol é grande decisão, foram três acertos da arbitragem. A gente viu que foram bem anulados", sintetizou o ex-árbitro Sálvio Espínola na Espn.

No primeiro tempo, um outro lance que irritou os adversários do Corinthians foi uma dividida dentro da área alvinegra entre Giovanni Augusto e Cícero. Na etapa final, outro pedido de pênalti, desse vez em lance envolvendo Fagner e Richarlison.

"Contato de ombro no primeiro lance. Cícero deixa o corpo amadurecer e se atira. Sente o ombro a ombro e se atira claramente", declarou o ex-árbitro Leonardo Gaciba na Globo.

"A imagem (do segundo lance) mostra o Richarlison já caindo e Fagner querendo recolher a perna e levantar. Tem um contato físico posterior ao Richarlison caindo. Tem um toque, mas é um toque em que o Richarlison já está se projetando. O movimento do Richarlison, para mim, mostra que não se deve marcar essa falta", disse Espínola.

"Tricolor reclama de dois pênaltis em dois lances em que tanto Cícero quanto Richarlison se atiraram na área ao sentir que foram tocados", completa o comentarista e colunista do Uol Juca Kfouri.

O diário Lance!, que tradicionalmente avalia a atuação dos árbitros das partidas, deu nota 7,0 para Toski (a média do jornal é 6,0). Os editores ainda escreveram que o juiz "anulou três gols corretamente" e que "jogadores do Fluminense reclamaram de pênalti que não aconteceu!.

Julio Gomes, colunista do Uol, escreveu que "o choro (de Peter Siemsen, presidente do Fluminense) teve todas as características para ser chamado de 'mimimi'. Um exagero completo. Nunca vemos dirigentes falando com tanto fervor quando arbitragens ajudam seus times, somente quando atrapalham – ou supostamente atrapalham. Por isso, entre outras coisas, eles vão perdendo credibilidade".

Por fim, o jornalista Paulo Vinícius Coelho apurou que a avaliação da Comissão de Arbitragem da CBF foi positiva no que diz respeito à atuação de Toski no duelo entre Corinthians e Fluminense.

Veja Mais:

  • Pressão sobre Sylvinho cresceu depois da derrota do Corinthians para o São Paulo, na última segunda-feira

    Duilio banca permanência de Sylvinho mesmo em caso de derrota do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para a sétima posição na tabela, mas terá confronto direto na próxima rodada

    Corinthians perde uma posição no Brasileirão após empate do Internacional; veja classificação

    ver detalhes
  • Camisa 11 do Corinthians esteve presente em todo o treinamento desta quinta-feira

    Corinthians tem volta de Renato Augusto e Giuliano em treino; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians bateu a Ferroviária por 1 a 0 no jogo de ida da semifinal do Paulistão Feminino

    Corinthians explica motivo de mandar semifinal do Paulistão Feminino na Arena Barueri; veja nota

    ver detalhes
  • Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    [Andrew Sousa] Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    ver detalhes
  • Prefeitura de São Paulo cobra mais de R$ 15 milhões de IPTU do Corinthians referente aos anos de 2016 e 2017

    Corinthians tem pedido contra cobrança de R$15,4 milhões de IPTU negado pela Justiça

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x