Ainda na ativa, Edílson comemora neste sábado 19 anos de sua estreia pelo Corinthians

Ainda na ativa, Edílson comemora neste sábado 19 anos de sua estreia pelo Corinthians

Por Meu Timão

Edílson Capetinha tem 46 anos atualmente

Edílson Capetinha tem 46 anos atualmente

Foto: Reprodução

Há exatos 19 anos, estreava com a camisa do Corinthians um dos maiores atacantes da história do clube: Edílson "Capetinha". Em 1º de outubro de 1997, o jogador foi titular na vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano.

Ele, que havia se destacado em território nacional apenas pelo Palmeiras até então, foi contratado pelo Corinthians após passagem pelo futebol japonês. Não demorou para se destacar e fazer parte do ataque de um dos maiores times da história centenária do clube.

Foi ao lado de Luizão, Marcelinho Carioca, Ricardinho, Rincón, Vampeta e outros que ele se eternizou naquele esquadrão do fim do século 20. Não à toa, foi bicampeão brasileiro (1998 e 1999), campeão paulista (1999) e campeão mundial (2000) pelo Timão.

Além dos títulos, Edílson somou 55 gols com a camisa corinthiana em 164 partidas.

O atacante, que chegou a se aposentar em 2010, assinou em 2016 com o Taboão da Serra, da quarta divisão do Campeonato Paulista. Atualmente, Edílson tem 46 anos.

Veja Mais:

  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians e Juventus se encontram neste domingo, às 19h45

    Corinthians encara 'clássico da Zona Leste' por vaga na final da Copinha

    ver detalhes
  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes