Jogador de rival fala da amizade com Gustavo: 'Pra vida inteira'

Jogador de rival fala da amizade com Gustavo: 'Pra vida inteira'

Por Meu Timão

Gustavo (centro) e Róger Guedes (à dir.) atuaram pelo Criciúma

Gustavo (centro) e Róger Guedes (à dir.) atuaram pelo Criciúma

Foto: Reprodução

“Rivais sim, inimigos nunca”.

A frase acima se encaixa na relação de longa data entre o centroavante Gustavo, do Corinthians, e o atacante Róger Guedes, do Palmeiras. Hoje em dois dos principais clubes do futebol brasileiro, os dois iniciaram a amizade ainda nos tempos de Criciúma, equipe que defenderam em 2015 e parte de 2016.

De acordo com o palmeirense, aliás, Gustavo lhe deve até um jantar por conta da derrota do Timão no Dérbi do último dia 17 – na ocasião, a equipe da Barra Funda derrotou o Corinthians em plena Arena Corinthians por 2 a 0, resultado que culminou na demissão do técnico Cristóvão Borges.

“Eu e o Gustavo, principalmente (mantemos a amizade). A gente já marcou: ele está me devendo um jantar pelo clássico, já que ele perdeu. Precisamos marcar o dia, já que ele mora um pouquinho longe e nunca batem os horários dos treinamentos”, afirmou Róger Guedes, de 20 anos, em entrevista ao UOL Esporte.

Além de Gustavo, o jogador rival também mantém contato com Lucca, outro corinthiano que vestiu as cores do time catarinense na temporada anterior. “A gente mantém o contato, e com o Lucca também. Joguei quase o ano passado inteiro com o Lucca no Criciúma. Com o Gustavo tenho mais afinidade, somos mais garotos. Vou levar para a vida inteira”, completou.

Artilheiro da Série B pelo Criciúma, Gustavo foi contratado pela diretoria do Corinthians em agosto, mas ainda não balançou as redes adversárias. Róger, por sua vez, soma 27 partidas e quatro gols desde que chegou ao Palmeiras.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes