Jô se diz mais maduro e coloca Corinthians como missão para deixar polêmicas para trás

Jô se diz mais maduro e coloca Corinthians como missão para deixar polêmicas para trás

Por Meu Timão

No Atlético-MG, jogador se envolveu em mais de uma polêmica extracampo

No Atlético-MG, jogador se envolveu em mais de uma polêmica extracampo

Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

A possível contratação do atacante Jô não é unanimidade entre os torcedores do Corinthians. Apesar da identificação com o clube onde foi revelado, o jogador tem em seu currículo uma série de polêmicas que deixa a Fiel desconfiada sobre o negócio.

Desde que saiu do Timão, em 2005, o atleta passou por oito clubes dentro e fora do Brasil. Em dois deles se destacou pelas polêmicas fora de campo, Internacional e Atlético-MG.

Depois de confirmar as conversas com a equipe do Parque São Jorge, o centroavante fez questão de tranquilizar os torcedores sobre seu comportamento. Jô garante que mudou da água para o vinho nos últimos dois anos.

"Muitos podem achar que sou o mesmo Jô, mas Deus fez uma obra na minha vida há dois anos, quando me batizei. Estou maduro. Me tornei cristão ainda no Atlético-MG, me converti e minha vida mudou. Fora de campo, as coisas se encaixaram com minha família, minha esposa e meus filhos. Não sou mais o Jô de carreira conturbada", afirmou, em entrevista ao GloboEsporte.com.

"Nos últimos clubes que atuei, tive média de gols muito boas. Fiz 16 gols em 19 jogos nos Emirados e outros 11 gols em 24 jogos na China, ambos em seis meses. Me sinto maduro na profissão e na vida pessoal sou um novo homem", completou.

Os números são referentes às passagens por Al-Shabab, dos Emirados Árabes, e Jiangsu Suning, da China, seu último clube.

"Vai ver é uma missão de Deus que eu volte ao Brasil, que eu volte ao Corinthians e mostre que aquele Jô indisciplinado ou descontrolado ficou para trás. Tenho uma vida correta", finalizou sobre o assunto.

Em 2013, no Atlético-MG, o jogador precisou se explicar em coletiva após divulgar uma imagem com diversas latas de cerveja seguida da mensagem "Vem que vem Carnaval". Na ocasião, o atleta alegou que o perfil na rede social era falso, mas não convenceu.

O atacante também ficou conhecido por seus sumiços e baladas. No Internacional, foi dispensado após deixar a concentração da equipe e sumir por dia. Em 2014, o mesmo aconteceu no Atlético-MG. O jogador saiu da Cidade do Galo, CT da equipe de Minas, e sumiu por 13 dias alegando problemas particulares.

Jô deixou o Corinthians em 2005 para jogar no CSKA Moscou. Em 2008, acertou com o Manchester City, que o emprestou para o Everton e para o Galatasaray. Em 2011, acertou o retorno para o Brasil para o Internacional, onde ficou menos de uma temporada, e foi para o Atlético-MG. O clube o negociou com o Al-Shabab e, por fim, o atacante foi para a China.

Veja Mais:

  • Titulares que não jogaram na Argentina foram a campo nesta sexta

    Trio trabalha com bola e Corinthians deve ter força máxima no Majestoso

    ver detalhes
  • Fiel poderá comparecer novamente a um treino na Arena

    Na véspera do Majestoso, Corinthians promove treino aberto à torcida na Arena

    ver detalhes
  • Arbitragem tem sido assunto recorrente no dia-a-dia do Corinthians

    Levantamento: todos os erros contra e favor do Corinthians no Brasileirão 2017

    ver detalhes
  • Guilherme Arana não jogou na Argentina, mas volta no Majestoso

    Arana fala em ano perfeito com título do Corinthians e fracasso do São Paulo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes