Nem o Sub-15 escapa da pressão. E técnico explica estratégia do Corinthians para driblá-la

2.4 mil visualizações 20 comentários

Por Lucas Faraldo e Mayara Munhoz

Vinicius Marques era treinador do Sub-13 do Corinthians antes de assumir o Sub-15

Vinicius Marques era treinador do Sub-13 do Corinthians antes de assumir o Sub-15

Divulgação/Fabio Mendes

Engana-se quem pensa que a garotada das categorias de base do Corinthians escapa da pressão a qual o elenco profissional é submetido. Técnico da equipe Sub-15 do Timão, Vinicius Marques explicou, em entrevista ao Meu Timão, o esquema do clube para prevenir eventuais problemas emocionais em seus pequenos atletas. Neste sábado, o Timãozinho tem jogo decisivo contra o arquirrival Palmeiras pelas quartas de final do Paulistão.

"Nós passamos para os atletas que o Corinthians é isso. Que tem que estar preparado psicologicamente para aquele momento bom, das vitórias, para você ter sempre um ambiente bom nos treinamentos e fora dos treinos. Passamos também que a gente não pode esquecer que cobrança deste clube é muito grande devido ao tamanho dessa torcida, dessa nação", declarou o treinador.

"Quando se fala de Corinthians, de resultado, temos que passar para eles que podemos perder, mas temos que jogar um bom futebol, com dedicação, que é isso que vai fazer a diferença. Não é só perder, é a maneira que se perde", completou.

Sub-15 do Corinthians vem fazendo bonito no Paulistão de 2016 (Foto: Divulgação)

Fato é que o Dérbi tem um histórico tenso nas categorias de base. No ano passado, por exemplo, Corinthians e Palmeiras se enfrentaram pela Copa do Brasil Sub-15 em Sorocaba e a polícia local teve de fazer esquema de segurança à la futebol profissional. Em 2013, em Guarulhos, antes de um clássico pelo Paulistão da categorias, corinthianos e palmeirenses brigaram no arredor do estádio. É natural, assim, que a garotada sinta uma pressão nem sempre tão boa...

"A gente vê isso no dia-a-dia. O que mostra para a gente o que vai ser o jogo é o treino. A gente vê quem está ansioso e passa para a psicóloga, a Melissa. Mas como eles já vêm jogando jogos difíceis e alguns clássicos durante o ano, eles não sentem muito essa parte psicológica. Mas alguns, que sentem, a gente passa para ela e ela passa alguns exercícios para liberar um pouco essa ansiedade. São casos isolados", argumentou Vinicius.

Na Arena - Uma possível solução para ajudar a "quebrar" a ansiedade dos jogadores das categorias de base do Corinthians é colocá-los para jogar na Arena, palco da equipe profissional. Diante da possibilidade de tanto o time Sub-15 quanto o Sub-13 (fazem rodadas simultâneas no Paulistão) chegarem à final do Estadual na atual temporada, Vinicius Marques falou sobre a possibilidade de uma eventual rodada dupla em Itaquera.

"No tempo que eu estou no Corinthians, nunca aconteceu de chegar os Sub-13 e 15 em uma final do mesmo campeonato. Mas, se acontecesse, seria válido porque dentro da projeção do clube, que a gente trabalha para formar jogadores profissionais, se algum deles chegar ao profissional vai ter que jogar na Arena", afirmou.

"Então, seria legal até para o desenvolvimento desses atletas, para saber como é jogar no estádio do clube, em qual a torcida consegue encher o estádio, colocar mais de 30 mil pessoas. Para a vivência, se eles chegarem no profissional, eles vão lembrar disso e já estariam adaptados. Não veria problema", finalizou.

Veja Mais:

  • Positivo retorna ao Corinthians para sequência da temporada

    Corinthians anuncia retorno de patrocinador para parte traseira da camisa

    ver detalhes
  • Dupla falou sobre a final desta quarta-feira, na Arena Corinthians

    Gabriel vibra com nova final e Ramiro compara Dérbi com clássico gaúcho: 'Gosto especial'

    ver detalhes
  • É a segunda passagem de Yasmim pelo Corinthians

    Corinthians anuncia contratação da lateral Yasmim para equipe feminina

    ver detalhes
  • Lucas Piton gera enorme expectativa mesmo estando na reserva de Carlos

    Jornal espanhol coloca lateral do Corinthians na lista de maiores promessas do Brasil

    ver detalhes
  • Danilo Avelar fará seu jogo 50 na Arena Corinthians nesta quarta-feira, pela primeira decisão do Paulistão 2020; defensor já fez 5 gols em Itaquera

    Danilo Avelar completará seu 50º jogo na Arena Corinthians; veja os números do defensor em Itaquera

    ver detalhes
  • Éderson, que marcou três gols nos últimos quatro jogos, tem vínculo com o Corinthians até 31 de janeiro de 2025; contrato mais longo do clube

    Éderson tem o vínculo mais longo entre os 85 jogadores sob contrato com o Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: