Leão revela como foi a saída de Tévez do Corinthians

Leão revela como foi a saída de Tévez do Corinthians

Por Meu Timão

Leão revelou detalhes do seu período como técnico do Timão

Leão revelou detalhes do seu período como técnico do Timão

Foto: Reprodução / TV

Técnico do Corinthians em 2006, Emerson Leão contou ao programa Bola da Vez da ESPN Brasil, várias histórias de bastidores sobre o futebol. Dentre delas, a mais polêmica foi a saída de Tévez e Mascherano, quando deixaram o Timão e acertaram a transferência para o West Ham, da Inglaterra.

O ex-treinador declarou que a gota d'água foi quando os craques argentinos optaram por deixarem o Corinthians durante o Brasileirão, pois preferiam atuar pela seleção argentina. Na época, o time alvinegro lutava para se safar da zona do rebaixamento. Leão também negou que havia problemas de relacionamentos com os atletas estrangeiros. Os dois eram titulares da equipe.

"Eles vieram falar comigo: 'Professor, você vai nos dispensar? '. Eu disse: 'Não vou! Por que não vou? Primeiro, não é Data Fifa, não sou obrigado a dispensar. O nosso time está muito mal. Se ele estivesse em último lugar, caído, você estava dispensado. Se estivéssemos em primeiro lugar, você também estava dispensado. Nós estamos na tangente, subindo, não vou dispensar vocês, que são titulares do time", afirmou o técnico.

O treinador pediu para que Tévez conversasse com Alberto Dualib, então presidente do Corinthians naquele ano. O argentino tentou convencer o mandatário para defender a seleção argentina, mas recebeu respostas negativas por parte da diretoria. O jogador ameaçou deixar o clube por conta desse episódio, fato que causou irritação de Leão.

"Tava na hora passando por trás dele. Eu passei e bati (no ombro), meio forte, e falei assim: 'Você vai fazer este favor?", completou.

Depois da discussão com o técnico e também com o presidente, o ex-camisa 10 recebeu ofertas para atuar no futebol inglês. Kia Joorabchian, dono da MSI (parceira do clube na época) e agente do jogador, articulou a saída do argentino e conseguiu emplacar Tévez no West Ham. A saída da dupla rendeu não rendeu um centavo aos cofres do alvinegro. Para suprir a saída dos argentinos, o Timão contratou o volante Magrão e o atacante Amoroso como peça de reposição.

"Aí ele recebeu um telefonema lá de trás dos donos dele, da Inglaterra, e falou 'Olha, larga tudo aí e vem pra cá e não quero saber. Depois eu resolvo'. Não sei se eles tinham alguma coisa que envolviam eles, extra. Então ele nunca mais voltou, nunca mais o vi", explicou.

Émerson Leão chegou no Corinthians, quando a equipe amargava a lanterna do torneio. No entanto, o time reagiu durante a competição e estacionou na nona posição do torneio. Ele foi demitido em abril de 2007 devido aos maus resultados. Em 46 partidas à frente do Timão, ele obteve 22 vitórias, 13 empates e 11 derrotas.

Veja Mais:

  • Pepinho e Coelho, técnico e auxiliar do Sub-20, respectivamente

    Coelho perde posto, e diretoria do Corinthians fecha com novo treinador para Sub-20

    ver detalhes
  • Clayton foi apresentado no Corinthians nesta terça-feira

    Clayton é apresentado no Corinthians 'sem prazo de validade' e já fala em títulos

    ver detalhes
  • Com Clayton, Timão agora freia possíveis contratações e saídas

    Corinthians vê negociações esfriarem e aguarda fim do Paulistão; entenda

    ver detalhes
  • Paulinho de volta ao Corinthians? 'Esse dia será louco', projeta o próprio clube

    Corinthians 'recepciona' Paulinho e projeta até retorno: 'Esse dia será louco'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes