De rival a amigo, Marlone fala sobre sua amizade com o ex-corinthiano Willian

114 mil visualizações 37 comentários

Por Meu Timão

Meia do Corinthians, Marlone comenta sua amizade com ex-corinthiano

Meia do Corinthians, Marlone comenta sua amizade com ex-corinthiano

Reprodução/FoxSports

Meia do Corinthians, Marlone comentou sua amizade com um ex-corinthiano, o atacante Willian, que hoje atua pelo Cruzeiro. Ressaltando a época que ainda disputavam posição na equipe de Minas Gerais, o jogador alvinegro contou como os dois deixaram a rivalidade de lado e se tornaram grandes amigos.

Na ocasião, o atacante que atuou pelo Corinthians entre as temporadas de 2011 e 2012, tinha um destino incerto no Cruzeiro, onde estava emprestado para o ucraniano Metalist. Durante sua passagem pela equipe de Minas Gerais, em 2014, Marlone dipustava posição com o amigo.

“Eu disputava posição com o William, no Cruzeiro. E eu lembro de uma história que a gente foi passar intertemporada, no Estados Unidos, com o Cruzeiro, e ele estava no time da Ucrânia, no Metalist”, afirmou Marlone ao programa Aqui com o Benja, do canal à cabo Fox Sports. “Ele estava meio triste, de repente o Cruzeiro não ia comprar ele, não ia dar certo, e ele disse 'pô, Marlone, eu queria ficar no Cruzeiro, minha família se adaptou bem aqui”, completou.

Marlone continuou relembrando como sua reação à duvida de William poderia ter sido outra, já que os dois eram “rivais” na equipe de Minas Gerais. “Eu ficava no corredor do hotel, pra você ver, era pra eu estar soltando foguete por que eu ia jogar”, argumentou.

“Mas eu estava no corredor com ele falando 'não, vai dar certo, você vai ficar, vamos torcer, vamos pedir à Deus que as coisas melhoram, fluem. O Cruzeiro vai te comprar, tenho certeza que você vai ficar aqui com a gente'.Ou seja, em outras ocasiões, eu poderia estar felizaço por que era mais uma brecha para eu realmente ter minha posição, minha titularidade naquele momento do Cruzeiro, tanto que eu não vinha jogando”, continuou.

O meia corinthiano finalizou comemorando o laço construído daquele dia em diante com o ex-companheiro de equipe. “E no final das contas, o Cruzeiro comprou ele e ainda deu um salário surpreendente, que valorizou ele mais ainda. Então são essas coisas que marcam a vida delas e o William foi um cara que é um irmãozão meu. Acho que o legal do futebol é isso, ou de qualquer outro lugar que você trabalha, é deixar uma amizade, um fruto”, afirmou.

Veja Mais:

  • Corinthians perde para Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, e não conquista tetracampeonato do Paulistão

    Jô marca no último lance, mas Corinthians é superado nas penalidades e perde título do Paulistão

    ver detalhes
  • Jô comemora com Everaldo seu gol no duelo com o Palmeiras, pela final do Paulistão

    Fiel distribui notas baixas, mas 'poupa' Cássio e Jô após revés do Corinthians; reserva beira o zero

    ver detalhes
  • Cássio volta a salvar Corinthians com boas defesas durante Dérbi

    Torcida do Corinthians exalta Cássio e Jô, mas lamenta pênaltis desperdiçados; veja repercussão

    ver detalhes
  • Tiago Nunes explicou as escolhas por Michel, Avelar, Cantillo, Sidcley e Jô na cobranças de pênaltis

    Tiago Nunes justifica escolha por batedores na decisão por pênaltis e exalta maturidade dos atletas

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez não demora para se pronunciar após vice-campeonato do Corinthians

    Andrés Sanchez parabeniza Corinthians por entrega na final e diz que 'temporada ainda não acabou'

    ver detalhes
  • Corinthians estreia no Brasileirão na próxima quarta-feira

    O que você espera do Corinthians no Campeonato Brasileiro? Vote em enquete do Meu Timão!

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: