Jô relembra problemas extracampo e lamenta: 'Passava dos limites'

48 mil visualizações 37 comentários

Por Meu Timão

Hoje no Corinthians, Jô chegou a se separar da mulher por conta dos problemas com bebida

Hoje no Corinthians, Jô chegou a se separar da mulher por conta dos problemas com bebida

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O ano de 2014 foi fundamental para a mudança de vida de Jô. Primeiro reforço anunciado pelo Corinthians para a temporada que vem, o centroavante recordou o período em que abusava do consumo de álcool. Para ele, a rápida ascensão da carreira contribuiu para o acúmulo de problemas extracampo.

“Quando o atleta é muito novo e começa a ganhar dinheiro, não que eu não tenha escutado meus pais, meus pais sempre falaram pra eu tomar cuidado. Foi porque realmente aconteceu, eu fui pra fora muito novo, com 18 anos fui pra Rússia, ganhava um salário bom. No Corinthians, quando eu subi, tinha salário de juvenil. E fui morar sozinho, meus pais não puderam ir, então você acaba tendo certa liberdade, certa ‘asinha’”, disse Jô em participação no programa Bem, Amigos!, do canal SporTV.

“Eu fui meio que me deslumbrando um pouco, aí comecei a andar com pessoas que são seus falsos amigos... Mas aí eu casei, casei cedo também, talvez esse refúgio do casamento fosse pra dar uma parada, mas você começa a conviver com uma pessoa dentro de casa, então começa a ter uma série de problemas. Não só comigo, conheço amigos que passaram por problemas, passam ainda. Com a cabeça que Jesus me deu hoje, você tem que ter sabedoria, você depende do seu corpo. Que tenha juízo e que tenha limites, porque eu passava um pouquinho dos limites”, acrescentou.

Revelado pelo Timão, Jô disputou sua primeira partida profissional ainda jovem, aos 16 anos. Após passagens por clubes europeus, voltou a se destacar com a camisa do Atlético-MG, pelo qual conquistou o título da Copa Libertadores da América. No entanto, teve novas recaídas e deu passos para trás.

“Foi no final de 2014. Uma história que eu tive no Galo fantástica, e nesse período estava sem fazer gols, tinha me separado da esposa, meu filho estava com quatro meses, aí voltei pra casa dos meus pais. Falei: ‘Olha a situação que estou, sem necessidade’. E minha esposa sempre esteve comigo”, frisa o atleta.

“No futebol, dentro de campo, eu acho que sempre me dediquei, sempre dei o meu melhor, tanto é que fui à Copa do Mundo, ganhei a Copa das Confederações e outros títulos. O que me atrapalhava era o extracampo, problemas familiares, problemas com álcool. Isso que me atrapalhava. Sempre que estava indo muito bem, dava aquela caidinha. No fim de 2014 aí foi quando encontrei Jesus Cristo, vai fazer dois anos que tenho uma vida sadia”, finalizou.

Veja mais em: .

Veja Mais:

  • Duilio Monteiro Alves (presidente) e José Colagrossi Neto (superintendente de marketing e comunicação) estão à frente das conversas com a empresa

    Corinthians e empresa do ramo de agronegócio negociam acordo de patrocínio; veja os detalhes

    ver detalhes
  • Corinthians lança camisa em homenagem a Sócrates; em 2021, completam-se dez anos sem o ídolo alvinegro

    Corinthians lança camisa em homenagem a Sócrates; veja fotos e detalhes

    ver detalhes
  • Róger Guedes chegou ao Corinthians em agosto e já recebeu proposta do futebol áraabe

    Corinthians recusa proposta de clube árabe por Róger Guedes

    ver detalhes
  • Ronaldo defendeu o Corinthians pouco antes de encerrar sua carreira

    Ronaldo relembra esforço do Corinthians para contratá-lo e bastidores de Majestoso em 2009

    ver detalhes
  • Renato Augusto em treino no CT Joaquim Grava nesta quinta-feira

    Corinthians faz treino tático em segundo dia de atividade para encarar o Grêmio

    ver detalhes
  • Arthur Elias busca décimo título pelo Corinthians feminino em seis anos de trabalho

    Arthur Elias diz que permanência no Corinthians em 2022 é 'quase certa' e projeta ida ao masculino

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x